Diario de Pernambuco
Busca

DRENAGEM

Recife recebe projeto para Rio Tejipió feito em parceria com holandeses

O prefeito João Campos destacou que está perto de anunciar o pontapé inicial para a maior obra de drenagem de um estuário na cidade.

Publicado em: 03/10/2023 17:07 | Atualizado em: 04/10/2023 19:38

O projeto de macrodrenagem do estuário deve beneficiar os moradores da região que compreendendo os bairros de Ipsep, Sancho, Coqueiral, Totó e Jardim São Paulo (Foto: Rafael Vieira/Esp. DP Fotos)
O projeto de macrodrenagem do estuário deve beneficiar os moradores da região que compreendendo os bairros de Ipsep, Sancho, Coqueiral, Totó e Jardim São Paulo (Foto: Rafael Vieira/Esp. DP Fotos)
A Prefeitura do Recife (PCR) recebeu nesta segunda (2), a primeira etapa do projeto de macrodrenagem do Rio Tejipió. O plano está sendo tocado por engenheiros holandeses especialistas na área para a cooperação inédita entre o país europeu e a capital pernambucana. 

A informação foi confirmada pelo prefeito João Campos (PSB), em entrevista exclusiva ao Diario de Pernambuco

O gestor  destacou que está perto de anunciar o pontapé inicial para a maior obra de drenagem de um estuário na cidade. Entretanto, o gestor municipal não quis revelar qual será a data para o início dessas obras. 

A comitiva de especialistas holandeses da DRR Team (Dutch Risk Reduction Team), sendo uma empresa ligada ao governo holandês, com especialistas no desenvolvimento de projetos de gestão de água, e chegou a fazer visitas em pontos da Zona Oeste do Recife que sofrem corriqueiramente com alagamentos em épocas de fortes chuvas.
 
Segundo o prefeito João Campos , que nesta terça (3) anunciou o início das obras da Ponte Júlia Santiago Areias-Imbiribeira,  com a entrega da primeira etapa do projeto, a prefeitura deve agora dar andamento aos ajustes técnicos e financeiros para assim anunciar o pontapé das obras de drenagem do Rio Tejipió.
 
“A gente recebeu a primeira etapa do projeto, agora estamos validando com a nossa equipe técnica. É um projeto que vai fazer a contemplação da macrodrenagem do Rio Tejipió, com diversas soluções, dentre elas, dragagem, para resolver o problema de alagamentos nesta que é a bacia mais complexa relativa às chuvas e à drenagem da cidade”, destacou o mandatário municipal.
 
Ainda segundo o prefeito, o projeto de macrodrenagem do estuário deve beneficiar os moradores da região que compreendendo os bairros de Ipsep, Sancho, Coqueiral, Totó e Jardim São Paulo.

“Quem mora nesses bairros sabe o que eu estou falando. Quando chove alaga muito e a única forma de a gente reduzir de forma significativa isso é fazendo uma intervenção de grande ordem do Rio Tejipió, já temos o dinheiro e estamos finalizando o projeto”, enfatizou Campos.

Segundo a PCR, o assoreamento do Rio Tejipió é considerado um dos maiores problemas de drenagem da cidade. Ele já foi alvo de intervenções emergenciais no ano passado. 

O  projeto de estudo técnico dos especialistas holandeses faz parte do Programa de Requalificação e Resiliência Urbana em Áreas de Vulnerabilidade Socioambiental (ProMorar), sendo o maior ciclo de investimentos da história da cidade. 

A prefeitura informou que os investimentos totalizam R$ 1,3 bilhão e já foi aprovado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL