Diario de Pernambuco
Busca

DP SOCIAL

Projeto oferta comida, apoio e acolhimento

Há seis anos, idealizador do Sopão Solidário decidiu passar um aniversário diferente e foi às ruas do Recife ajudar pessoas em vulnerabilidade social

Publicado em: 25/10/2023 10:26

Como não tem sede oficial, voluntários se organizam na Igreja Exército de Salvação (Foto: Divulgação)
Como não tem sede oficial, voluntários se organizam na Igreja Exército de Salvação (Foto: Divulgação)
O projeto Sopão Solidário surgiu em 20 de outubro 2017, após o seu fundador, Joás Oliveira, decidir comemorar o seu aniversário de forma diferente, fazendo algo especial pelas pessoas por meio da distribuição alimentos nas ruas. A iniciativa tem como objetivo ajudar o próximo, com a entrega de refeições para os acompanhantes de enfermos em hospitais do Recife e para pessoas em vulnerabilidade social, sempre maneira humanizada, distribuindo uma palavra de apoio e esperança, além de música.

Voluntária do projeto, Adna Porta detalha que a iniciativa já fez diversos tipos de ações, que vão desde a distribuição de cestas, alimentos para pessoas nas comunidades, doações de cadeiras de rodas, construção de casa até festas em datas comemorativas como o Dia das Crianças e Natal.

“É maravilhoso e bastante gratificante ser voluntária! Você se sente realizada, feliz e percebe o quanto você pode fazer a diferença na vida das pessoas. Portanto, convido a todos para poder sentir e ter essa experiência também”, relatou Adna sobre a sua vivência no voluntariado.

As ações da iniciativa ocorrem sempre no segundo sábado do mês, com a entrega de sopa e bebidas, como aguá portável, suco, achocolatado pronto e de kits de higiene pessoal para os acompanhantes dos pacientes dos hospitais Procape, Agamenon Magalhães e Getúlio Vargas.

O projeto também atua uma vez por mês, com distribuição de refeição, kit de higiene, visita e música no setor de Oncologia do Hospital das Clínicas.  “O nosso público é variado, pois são os acompanhantes dos pacientes, enfermeiros, maqueiros, vigilantes, seguranças, pessoas em vulnerabilidade social. O alimento é para todos! E os kits são distribuídos para os pacientes nos hospitais”, reforça a voluntária sobre todas as pessoas que são ajudadas.

Como o Sopão Solidário não tem uma sede oficial, a equipe de 25 voluntários organiza toda demanda na Igreja Exército de Salvação, localizada no bairro do Prado, Zona Oeste do Recife. Adna conta que a doação é o pilar mais importante para o projeto, pois eles são um grupo independente de empresas e políticos e todas as atividades são construídas por meio do que é doado. “Então, para que o trabalho aconteça é preciso que as pessoas possam nos conhecer, através da divulgação e da ajudar. Além dos voluntários, que sempre são necessários para que as ações sejam realizadas. Agora, precisamos também de voluntários para registrar a atuação do projeto e para ajudar nas nossas mídias sociais.”

As pessoas interessadas em fazer parte do voluntariado do projeto podem entrar em contato pela rede social Instagram, no perfil @sopãosolidariope. Outros caminhos para ajudar é através da doação de alimentos utilizados no preparo da sopa, bebidas como, água portável, suco e achocolatado pronto, pães, entrando em contato para combinar a entrega pelo telefone (81) 9.8325-9963. Também é possível fazer a contribuição financeira pelo PIX, chave-celular 81973183595.

Se você participa de uma Organização Não Governamental (ONG) ou conhece projeto social e deseja que a história dessa ação seja contada no DP+Social, sugira sua pauta por meio do nosso e-mail: social@diariodepernambuco.com.br.
Tags: sopão | ong | solidariedade |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL