Diario de Pernambuco
Busca

Campanha

Hospital Pelópidas Silveira promove campanha de alerta sobre riscos do AVC

A partir desta segunda-feira (23), o HPS realiza palestras sobre AVC para pacientes e acompanhantes

Publicado em: 23/10/2023 12:05

A partir desta segunda-feira (23), o HPS realiza palestras sobre AVC para pacientes e acompanhantes.
 (Foto: Divulgação/Diego Nigro)
A partir desta segunda-feira (23), o HPS realiza palestras sobre AVC para pacientes e acompanhantes. (Foto: Divulgação/Diego Nigro)
Para conscientizar e disseminar informações importantes sobre o Acidente Vascular Cerebral (AVC), o Hospital Pelópidas Silveira (HPS) localizado no bairro do Curado, Zona Oeste do Recife, promove uma campanha em alusão ao Dia Mundial do AVC, comemorado oficialmente em 29 de outubro.

A campanha alcança sua 14ª edição e tem início nesta segunda (23), com o lema ‘’Juntos somos maiores que o AVC’’. A ideia é trazer questões pertinentes sobre os riscos os riscos do AVC, incluindo prevenção e diagnósticos com palestras educativas e rodas de conversa sobre a lesão neurológica com pacientes e acompanhantes. 

Sobre o AVC

O AVC acontece quando os vasos que levam o sangue para o cérebro, entopem ou rompem, o que provoca uma paralisia da área cerebral.

Há dois tipos de AVC: o isquêmico ocorre quando falta sangue em alguma área do cérebro, e corresponde entre 80% e 85% dos casos. E o hemorrágico acontece quando um vaso (do tipo artéria) rompe.

Sinais e sintomas

Os principais sinais de alerta são: fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; confusão mental, alteração da fala ou da compreensão; alteração na visão, no equilíbrio, na coordenação, no andar; tontura e dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

"Fatores de risco podem contribuir para o aparecimento de um AVC, como a hipertensão arterial (a principal delas), arritmia cardíaca, diabetes, tabagismo, colesterol alto e obesidade. Por isso, a necessidade de falarmos em prevenção com hábitos de vida saudáveis.
 
Também é importante que as pessoas saibam reconhecer os sinais para que possam procurar, rapidamente, uma unidade de saúde de urgência em busca de atendimento médico. No AVC cada minuto vale a vida", afirma o médico neurologista do HPS, Fernando Travassos. 

Por ano, o estado de Pernambuco registra uma média de 1,5 mil óbitos por AVC, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), por ano, o estado de Pernambuco.

Segundo informações da Rede Brasil AVC, o mal súbito é uma das principais causas de morte no país.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL