Diario de Pernambuco
Busca

OPERAÇÃO

Facção que atuava em homicídios e tráfico de drogas e armas é alvo de ação no Litoral Sul

A Força Integrada espera uma redução significativa nos índices de violência na região do Litoral Sul de Pernambuco

Publicado em: 31/10/2023 13:12

A ação teve como objetivo a repressão a uma facção criminosa que atua no Litoral Sul de Pernambuco (Foto/Divulgação)
A ação teve como objetivo a repressão a uma facção criminosa que atua no Litoral Sul de Pernambuco (Foto/Divulgação)
A Polícia Federal, em parceria com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), deflagrou, na manhã desta terça (31), a Operação Restolho, voltada ao combate de homicídios e tráfico de drogas e de armas.

A ação teve como objetivo a repressão a uma facção criminosa  que atua no Litoral Sul de Pernambuco.

A organização também foi responsável por provocar distúrbios na praia de Porto de Galinhas, em abril de 2022, em represália a uma ação da polícia militar na região, que resultou na morte de uma criança. 

Nesta terça, as forças policiais cumpriram 22 mandados judiciais, sendo nove de busca e apreensão e 13 de prisão preventiva.

Pelo menos cinco líderes da organização já haviam sido presos nos estados de Sergipe e Rio Grande do Norte, e em cidades da Mata Sul de Pernambuco.

Entre eles, o criminoso considerado número 1 da facção, localizado na cidade Parnamirim/RN, num condomínio de luxo, com o qual foram apreendidos diversos itens de luxo, além de dois veículos de alto valor.

Na ação, as polícias esperam uma redução significativa dos índices de violência na região do Litoral Sul de Pernambuco, principalmente a partir da queda na oferta de entorpecentes e no número de crimes conexos motivados pelo tráfico.

O trabalho se desenvolveu dentro dos objetivos de reprimir a criminalidade violenta organizada, particularmente no combate às facções criminosas, ao tráfico de drogas e armas, aos delitos de furto, roubo e receptação de cargas e valores, à lavagem e ocultação de bens, direitos e valores e demais crimes conexos.

A força integrada das polícias foi criada por meio de acordo de Cooperação Técnica, firmado em 2022, pelas Polícia Federal, Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (PMPE e PCPE) e Polícia Rodoviária Federal, para atuar de forma conjunta na repressão à criminalidade violenta, trabalhando em ambiente comum com compartilhamento de informações e recursos materiais e humanos.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL