Diario de Pernambuco
Busca

Saúde

Estado amplia programa de combate ao câncer do colo do útero

Útero é Vida vai contar com auxílio de ferramenta de saúde digital para identificar a doença de forma precoce

Publicado em: 02/10/2023 13:19 | Atualizado em: 02/10/2023 21:32

 

A meta é fazer o diagnóstico precoce do câncer de colo, com o auxílio de uma ferramenta de saúde digital, para identificar a doença e agilizar o tratamento (Marcello Casal/Agência Brasil)
A meta é fazer o diagnóstico precoce do câncer de colo, com o auxílio de uma ferramenta de saúde digital, para identificar a doença e agilizar o tratamento (Marcello Casal/Agência Brasil)

 

O Governo de Pernambuco, o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde lançaram nova etapa do Programa Útero é Vida. A meta é fazer o diagnóstico precoce do câncer de colo, com o auxílio de uma ferramenta de saúde digital, para identificar a doença e agilizar o tratamento. 

 

Chamado de Jordana, o dispositivo terá uma base de monitoramento qualificada com informações procedentes dos sistemas de informações de saúde de Pernambuco.

 

A ferramenta de saúde digital foi desenvolvida pela coordenação em Saúde Digital da Fiocruz Ceará. O dispositivo vai convocar mulheres pernambucanas por meio de mensagens de áudio e texto enviadas diretamente para o celular cadastrado no E-SUS, sistema de informação utilizado pelas equipes de saúde da família no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Com isso, o estado visa rastrear aproximadamente 375 mil pacientes, por meio da convocação no estado, para realizar teste de HPV, feito por Reação de Polimerização em Cadeia (PCR), bem parecido com os testes feitos para identificar a Covid-19.

 

"Temos a obrigação de mudar esse histórico em Pernambuco, oportunizando as mulheres nos exames, propondo a autocoleta e fazendo a busca dessas pessoas em suas casas", disse a secretária estadual de Saúde, Zilda Cavalcanti. Em 2022, cerca de 400 mulheres morreram em decorrência da doença no estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL