Diario de Pernambuco
Busca

Transferência

Vítima do Mirabilandia deve ser transferida para hospital particular na tarde desta terça-feira (3)

O Mirabilandia cumpre uma determinação da Justiça, mas pretende recorrer

Publicado em: 03/10/2023 15:10 | Atualizado em: 03/10/2023 15:27

Dávine Munzi já responde a estímulos externos (Foto: Arquivo pessoal)
Dávine Munzi já responde a estímulos externos (Foto: Arquivo pessoal)

A vítima do Mirabilandia, Dávine Leandro Muniz Cordeiro, deve ser transferida para um hospital particular nesta terça-feira (3). A expectativa da advogada é que Dávine seja levada ao Hospital São Marcos. Médicos já tiraram os sedativos e o equipamento para medir pressão intracraniana da professora.

O Mirabilandia, parque de diversões localizado em Olinda, decidiu cumprir a determinação da Justiça sobre a transferência de hospital. A informação foi confirmada pela advogada da vítima, Sandra Filizola.
 
A transferência deve ser realizada na noite desta terça-feira (3), em um horário de pouco movimento, para que o trânsito não atrapalhe o processo.
 
Dávine será transferida do Hospital da Restauração (HR), no Derby, para o Hospital São Marcos, no bairro Paissandu, na mesma área da cidade.
 
De acordo com o irmão da professora, Dustin Leandro, ela está apta para a transferência. "Ontem estive com ela, conversei com ela e ela tem reagido a estímulos externos. Ela ouve o que a gente diz, mas o máximo que ela conseguiu fazer foi mexer as pálpebras sem abrir os olhos", completou.
 
A família da vítima vai, na tarde desta terça, ao HR receber o boletim médico de Dávine para saber se a transferência poderá ser feita. 
 
Os familiares acreditam que a transferência será possível, uma vez que Dávine tem mostrado uma melhora no quadro de saúde. 
 
Apesar de ter acatado a d0ecisão da Justiça, o Mirabilandia pretende recorrer contra a determinação. Caso a transferência de Dávine não seja realizada, o parque deverá pagar uma multa diária de R$ 5 mil, limitada ao valor de R$ 100 mil.
 
O Diario de Pernambuco entrou em contato com o Mirabilandia e aguarda um posicionamento.

Determinação

Nesta segunda-feira (2), a Justiça determinou que o Mirabilandia realizasse a transferência de Dávine Muniz para um hospital particular dentro de 24 horas.

O processo corre em segredo de justiça. O juiz da Diretoria Cível do 1º Grau determinou a "transferência da autora para o Hospital São Marcos, para fins de internamento, tratamento médico-hospitalar e/ou eventual procedimento cirúrgico, conforme prescrição médica, às expensas da parte determinada".

A decisão foi entregue ao Mirabilandia na tarde de ontem.

 
O que diz o parque 
 

 

Por meio de nota, o Mirabilandia informou que cumprirá a decisão judicial no sentido de custear a transferência de Dávine Leandro Muniz Cordeiro para o hospital São Marcos, que já está autorizado a adotar as providências necessárias.

 

“Sendo certo que a operacionalização da transferência dependerá de providências prévias da família junto à equipe médica do Hospital da Restauração, no sentido de obter laudo médico emitido nesta data que ateste a estabilização clínica de Dávine Leandro Muniz Cordeiro para a transferência e conceder a autorização de transferência propriamente, por serem essas prerrogativas exclusivas e intransferíveis, respectivamente, da equipe médica do HR e da família”, afirmou. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL