Diario de Pernambuco
Busca

Animal resgatado

Bebê preguiça é o mais novo morador do zoológico do Recife

Em Dois Irmãos, animal receberá um tratamento adequado para ter um desenvolvimento saudável e, posteriormente, ser reinserido na natureza

Publicado em: 02/10/2023 09:30 | Atualizado em: 02/10/2023 21:42

 

 

Bebê preguiça foi levado ao zoo do Recife (Foto: Divulgação)
Bebê preguiça foi levado ao zoo do Recife (Foto: Divulgação)

O Parque Estadual Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, recebeu um novo morador: um filhote de bicho-preguiça. O animal de apenas dois meses chegou a Pernambuco por intermédio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Paraíba, para ser integrado ao "Projeto Bicho-Preguiça da Garganta Marrom".
 
O programa tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento saudável de animais da espécie, que por alguma razão foram retirados da natureza.
 
No zoológico do Recife, o pequeno bicho-preguiça receberá os cuidados necessários e, quando estiver pronto, será encaminhado para uma instituição que fará a reintegração dele na natureza.  O filhote foi encontrado no campus da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e resgatado pela Polícia Ambiental da cidade. Em seguida, ele foi recebido pelo Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres da Paraíba (Cetras-PB) e destinado pelo Ibama ao zoológico do Recife.
 
Para que o bebê chegasse ao Parque Dois Irmãos, foi preciso que o Cetras-PB entregasse ao zoológico um relatório com informações sobre o animal desde o momento de seu resgate, além de um Termo para Transporte e Destinação da Fauna. 
 
No novo lar, o animal será monitorado constantemente e terá uma rotina composta por banhos de sol, dieta composta de folhas frescas, avaliações médicas e muito carinho.
 
Diariamente, animais silvestres são encontrados em situações incompatíveis com a vida na natureza, como os indivíduos criados em cativeiros ou com alguma característica que comprometa a sua sobrevivência. As autoridades recomendam que, diante de cenários como esses, as pessoas acionem os órgãos reguladores, como o Ibama, por exemplo, para resgatar e direcionar esses animais para locais com tratamentos adequados. Os serviços podem ser acionados através do número (81) 3201-3800.
 
Em Pernambuco, o resgate de animais silvestres também é feito pela Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), unidade especializada da Polícia Militar de Pernambuco (190).
 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL