Diario de Pernambuco
Busca

PRISÃO

Acusado de vários roubos a pousadas e turistas é preso em Porto de Galinhas

Ele já vinha sendo monitorado desde 2020, após policiais da delegacia receberem informações de que ele seria o contador de uma facção e também responsável pelo transporte de armas, drogas e munições

Publicado em: 30/10/2023 19:44

O investigado já vinha sendo monitorado desde 2020, após policiais da delegacia receberem informações de que ele seria o contador de uma facção e também responsável pelo transporte de armas, drogas e munições (Foto: Rafael Vieira/DP Fotos)
O investigado já vinha sendo monitorado desde 2020, após policiais da delegacia receberem informações de que ele seria o contador de uma facção e também responsável pelo transporte de armas, drogas e munições (Foto: Rafael Vieira/DP Fotos)
A Polícia Civil de Pernambuco, por meio da Delegacia de Porto de Galinhas, cumpriu um mandado de Prisão pelo crime de roubo a um homem apontado como autor de diversos roubos em pousadas e a pedestres, inclusive turistas, sempre portando arma de fogo e outras vezes, arma branca, já tendo esfaqueado ao menos uma pessoa. 

O investigado já vinha sendo monitorado desde 2020, após policiais da delegacia receberem informações de que ele seria o contador de uma facção e também responsável pelo transporte de armas, drogas e munições.

Além de seu nome ser encontrado em cadernetas de anotações do tráfico de drogas, o que leva a crer que também comercializava entorpecentes e recebia valores das vendas.

Segundo as investigações, o acusado se utilizava do vínculo empregatício para dissimular o transporte de material bélico e entorpecente com o próprio material de trabalho. 

Ele já possui passagem pelo sistema carcerário, quando foi preso em 2018 pelo crime de tráfico de drogas,  passando pouco mais de um ano detido.

Por já ter sido funcionário e prestador de serviço de algumas pousadas, já possuía conhecimento prévio sobre os ambientes, localização de câmeras de segurança, funcionários do local e horários, o que facilitava sua empreitada criminosa.

Em uma dessas pousadas em que já havia trabalhado, praticou quatro roubos; em outra pousada, um outro roubo; também fez um bugueiro e outra pessoa de vítimas, totalizando ao menos 7 crimes.

Por temer represálias, as vítimas preferem não prestar boletim de ocorrência ou depoimentos, o que dificulta o trabalho policial.

Mesmo assim, algumas pessoas reconheceram o acusado como autor, inclusive através de roupas, quando em um dos roubos deixou cair o chapéu de uma empresa em que já havia trabalhado, além do tom de voz.

As vítimas afirmam de maneira informal que o investigado é extremamente agressivo, violento, já se apresentou como policial algumas vezes, com arma em punho, e posteriormente roubava as vítimas. 

As notícias sobre os roubos, tomaram grande proporção nas mídias sociais, com alertas a moradores e turistas. Diante da prisão nesta data, espera-se que ficando à disposição da Justiça, seja dada resposta aos moradores da região e aos turistas.

Com o investigado, foram encontradas anotações sobre planejamento e possível execução de outros roubos e foram apreendidos: um aparelho celular, anotações diversas, acessórios de arma de fogo (molas, carregador) e um pino vazio de material entorpecente.

Ao se dirigir à residência do investigado, por ser local sensível, foi solicitado apoio do 18º BPM.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL