Diario de Pernambuco
Busca

Criminalidade

A cada dia, 35 carros são roubados ou furtados no estado; veja locais mais perigosos e como se prevenir

O delegado Diego Acioli apontou os bairros com maior índice de crimes e disse que o que as pessoas precisam fazer para evitar as ações dos bandidos

Publicado em: 23/10/2023 05:40 | Atualizado em: 23/10/2023 08:06

Roubo de carros está em alta no estado, atingido o quantitativo de 8.576 casos, entre o período de janeiro a agosto deste ano (Foto: Arquivo)
Roubo de carros está em alta no estado, atingido o quantitativo de 8.576 casos, entre o período de janeiro a agosto deste ano (Foto: Arquivo)
Trinta e cinco veículos roubados e furtados por dia em Pernambuco. Essa é a média de crimes da série histórica de dados contabilizados entre janeiro e agosto deste ano.
 
Ao todo,  8.576 carros foram parar nas mãos de bandidos em 2023, nesse período. 

Se comparado ao mesmo período do ano passado, o aumento foi de 20% nos Crimes Violentos ao Patrimônio (CVP) desta modalidade. Foram contabilizadas 7.135 ocorrências. 

Em 12 meses de 2022, segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), foram 10.762 casos.
 
Isso significa uma média de 29 veículos roubados ou furtados por dia em Pernambuco.  

Essas estatísticas foram divulgadas pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE). 
 
Em entrevista exclusiva ao Diario de Pernambuco, a corporação apontou o ranking dos dez bairros que mais apresentam índices de roubos e furtos de veículos na Região Metropolitana do Recife (RMR). 

Além disso, a polícia deu dicas de prevenção e segurança para os condutores evitarem se colocar em risco de assaltos e furtos.

Confira a lista:

Grande Recife

1º Boa Viagem, na Zona Sul do Recife
2º Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife
3º Várzea, na Zona Oeste do Recife
4º Iputinga, na Zona Oeste do Recife
5º Cordeiro, na Zona Oeste do Recife
6º Imbiribeira, na Zona Sul do Recife
7º Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes
8º Bairro Novo, em Olinda
9º Piedade, em Jaboatão dos Guararapes
10º Ibura, na Zona Sul do Recife

Em Pernambuco (por região)

1º Região Metropolitana do Recife (RMR)
2º Agreste do Estado
3º Zona da Mata Norte e Sul do estado
4º Sertão do estado


Dicas de como se prevenir

A reportagem do Diario conversou com o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DPRFV), Diego Acioli, que deu dicas para a população de como se prevenir para evitar assaltos e furtos de veículos. 

Confira:

Distração ao volante
 
De acordo com o delegado, com o constante uso do celular, os motoristas acabam se distraindo com o aparelho ao volante.
 
Segundo ele, isso resulta na falta de atenção sensorial do espaço onde o veículo está trafegando. Ele ressalta ao condutor que mantenha sempre a atenção.

“O criminoso vai ao local e observa as possíveis vítimas. Visualiza que o alvo está parado, onde o motorista está desatento mexendo no celular. Mesmo com o carro ligado, é mais fácil a pessoa ser abordada. Quando entrar no carro, evite perder tempo no celular, pois isso acaba acarretando na vulnerabilidade e consequentemente na investida do criminoso”, alerta o investigador.

Evite conversar ao volante

“Outro fato que deixa o motorista vulnerável é quando ele para o veículo, encontra alguém conhecido e fica com o carro emparelhado, conversando. Isso acaba chamando a atenção do criminoso que está observando possíveis alvos. Portanto, evite essa situação”, enfatizou 

Evitar lugares ermos e ruas esquisitas

Evite trafegar em ruas com pequena movimentação de veículo, ou ruas esquisitas, com a iluminação pública precária. Esses fatores acabam deixando o condutor vulnerável. Se você mora numa casa de esquina de rua, não pare o carro de imediato para estacionar. Se atente na movimentação da rua, fique atento se há algum veículo desconhecido, alguma motocicleta com o condutor parado em situação estranha. Nesse caso, dê uma volta na rua para observar o movimento e, em seguida, se sentir seguro, estacione o veículo com tranquilidade”, destacou o delegado. 


Repressões qualificadas  

Ainda de acordo com o delegado Diego Acioli, somente na unidade da DPRFV, no bairro de Afogados, na Zona Norte do Recife, foram deflagradas três Operações de Repressão Qualificada (ORQ).
 
Elas resultaram na execução de 134 prisões de criminosos envolvidos com o crime organizado no roubo e furto de veículos, entre o período de janeiro a agosto deste ano.
 
Segundo ele, o aumento já atingiu cerca de 50% de prisões em relação ao mesmo período do ano passado. 

“A nossa produtividade policial aumentou consideravelmente este ano. Já fizemos 134 prisões este ano, em três operações de repressão deflagradas. A expectativa é que este número aumente, pois daqui para o final do ano vamos continuar no trabalho de inteligência para deflagrar mais operações e prender mais criminosos que atuam no estado”, destacou o investigador. 


Destino dos veículos roubados

Ainda de acordo com o delegado Diego Acioli, a maioria das ocorrências aponta que os veículos roubados são destinados pelas quadrilhas ao desmanche ou para a revenda ilegal por meio da adulteração dos sinais de identificação. 

“Na maioria dos casos, existem dois destinos. Os carros populares, as quadrilhas levam para o desmanche..As peças são vendidas, por conta da alta procura na demanda de veículos desta modalidade. Já para veículos de luxo ou caminhonetes, as quadrilhas fazem a adulteração dos sinais de identificação, alterando o número do chassi, do motor, dos vidros. E, em seguida, vendem por um preço fora do mercado. Tudo isso avaliamos por meio do nosso trabalho de inteligência”, destacou Acioli.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL