Diario de Pernambuco
Busca

Prazo

Mirabilandia entrega documentação pedida pelo Procon-PE

O Procon-PE solicitou documentos que comprovem a segurança dos brinquedos, após acidente ferir gravemente uma visitante

Publicado em: 30/09/2023 09:01 | Atualizado em: 30/09/2023 10:47

O parque segue interditado desde o dia 22 de setembro (Foto: Divulgação)
O parque segue interditado desde o dia 22 de setembro (Foto: Divulgação)

O parque Mirabilandia, em Olinda, no Grande Recife, entregou, nesta sexta-feira (29), os documentos requisitados pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Pernambuco (Procon-PE). A solicitação foi feita no dia 22 de setembro, com prazo de cinco dias úteis para resposta. Nesse dia, Dávine Muniz Cordeiro, de 34 anos, sofreu um grave acidente no parque, ao ser arremessada de uma popular atração, o Wave Swinger. A cadeira em que estava se soltou do brinquedo. 

Caso o prazo estipulado não fosse respeitado, a notificação seria convertida em um auto de infração, com aplicação de multa pelo crime de desobediência, de acordo com o gerente geral do Procon-PE, Hugo Souza.

O Mirabilandia foi interditado no dia 22 de setembro e só poderá voltar a funcionar após a equipe do corpo técnico jurídico do Procon fiscalizar os documentos solicitados, entre eles: Atestado de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB),  Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e todos os brinquedos e licenças para o funcionamento cedidas pela Prefeitura de Olinda, Corpo de Bombeiros e vigilância sanitária.

O parque só poderá voltar a funcionar após o Procon concluir que não há pendências nos documentos.
 
Estado de saúde da vítima

Dávine Muniz sofreu sofreu raturas no braço e traumatismo cranioencefálico (TCE) e segue internada no Hospital da Restauração (HR), onde aguarda transferência para uma unidade particular, um pedido da família.

Ela perdeu muito sangue por conta do acidente, e a família promove uma campanha de doação, através da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope).

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL