Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

COMUNIDADE

Regularização Fundiária: Comunidade Vila Invadida, em Paratibe, vai concretizar sonho de 35 anos

Publicado em: 20/07/2022 18:29

 (Foto: Divulgação.)
Foto: Divulgação.
A Vila Jardim Paratibe, conhecida como Vila Invadida, em Paulista, surgiu nos anos 80, e agora a população terá um sonho concretizado. A Prefeitura do Paulista está realizando a selagem nas residências que serão contempladas.
 
A iniciativa ocorre através da equipe da Secretaria Municipal de Projetos Especiais, com o Programa ‘Morada do Povo’, que nesta localidade tem como meta entregar 1.700 escrituras públicas registradas em cartório. Com a ação de Regularização Fundiária (REURB-S), as famílias terão a segurança do direito à moradia e valorização dos seus imóveis. 

“O nosso objetivo é acabar com o sentimento de insegurança do povo que precisa de sua casa documentada", afirmou o prefeito Yves Ribeiro.

"Esse Programa de Regularização é de extrema importância para o município do Paulista. Estamos intensificando a selagem das moradias e o cadastro social, além disso a Secretaria de Projetos Especiais oferece assessoria jurídica aos moradores", destacou o secretário de Projetos Especiais, Jota Júnior.

Confira os endereços que estão recebendo o cadastro social e as comunidades que serão beneficiadas, das 8h às 16h:

- Segundas-feiras: NOBRE (Comunidade Sombra do Onipotente) - Rua Princesa Isabel, 132, Nobre, Paulista - próximo ao Campo do Jorge, por trás da Assembleia de Deus.

- Terças-feiras: Vale da Paz - Instituto União do Vale da Paz - Rua sessenta e quatro, 319 D, Maranguape II.

- Quartas-feiras: Vila Invadida - Capela São Paulo Apóstolo - Rua das Flores 60, Jardim Paratibe.

- Quintas-feiras: Fragoso - Igreja Moriá - Rua Luiz Fernandes n 20.

Documentos necessários e critérios para Cadastro:

Identidade; CPF; Certidão de Estado Civil (nascimento, casamento, declaração de União Estável e para os casos de viúvos levar certidão de óbito); comprovar moradia até 22/12/2026 (comprovante de residência, podendo ser, água, luz, contrato de compra e venda, fatura de cartão de crédito; comprovante de renda do grupo familiar (contracheque dos últimos três meses), extrato bancário, carteira de trabalho, CNPJ, MEI imposto de renda 2020, extrato do recebimento do auxílio Brasil de todos que possuem renda dentro do grupo familiar. Para os casos de pessoas que apresentaram certidão de casamento ou declaração de União Estável, apresentar também xerox de RG e CPF do cônjuge/parceiro(a). Com escrituras definitivas e consequentemente um trabalho de cadastro social dessas famílias.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco