Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Profissionais de saúde de Noronha passam por cursos na área de trauma

Publicado em: 06/06/2022 15:29

 (FOTO: DANIELLE GOMES)
FOTO: DANIELLE GOMES
A Administração de Fernando de Noronha, em parceria com o Comitê de Trauma Brasileiro, iniciou nesta segunda-feira (06) três cursos com foco em trauma, do colégio americano de cirurgiões (American College of Surgeons). As aulas, que iniciaram hoje no auditório da Erem Arquipélago e segue até o sábado (11), é específica para médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, condutores do SAMU e equipe de Vigilância em Saúde. Esses cursos ocorrem na Ilha a cada 2 ou 3 anos, dependendo do tempo em que são atualizados.

O objetivo do curso é treinar, capacitar e integrar os profissionais das quatro unidades de saúde de Noronha (PSF, HSL, SAMU e Vigilância em Saúde) no atendimento rápido às vítimas de acidentes.

“Devido a localização geográfica de Noronha ser remota e distante dos hospitais de alta complexidade, isso requer sempre essa atualização dos profissionais. Há protocolos internacionais de atendimento ao trauma que salvam vidas e reduzem sequelas” falou a gestora de Urgência e Emergência da Ilha, Danielle Gomes.

Os cursos são: ATLS (Suporte de Vida Avançado ao Trauma), TEAN (Tratamento Inicial ao Doente Traumatizado) e PHTLS (Atendimento Pré-hospitalar ao Trauma). O ATLS é para médicos de todas as especialidades no atendimento inicial ao traumatizado; o TEAN é destinado a enfermeiros e técnicos de enfermagem. Introduz o conceito de avaliação e atendimento inicial da vítima de trauma, reforçando a importância do trabalho em equipe. O PHTLS é para todos os profissionais envolvidos com o atendimento da vítima de trauma fora do ambiente hospitalar.

“O curso treina os profissionais para o atendimento rápido, sistematizado, diminuindo o tempo na avaliação e resultando em um diagnóstico rápido. Com isso, as chances de evolução negativa diminuem e é justamente por esta razão que é tão importante esse treinamento”, disse a diretora do curso de ATLS, Júnia Sueoka.

Durante as aulas, os profissionais de saúde vão vivenciar atividades na rua com o atendimento pré-hospitalar, com simulações em atendimentos de emergência externo antes de chegar ao hospital. Acidentes de carro e outros tipos de ocorrências serão simulados para reforçar e atualizar os conhecimentos.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Grupo Diario de Pernambuco