Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

EDUCAÇÃO

Escolas de Petrolina desenvolvem projetos pedagógicos no combate à violência nas escolas

Publicado em: 06/06/2022 14:16

 (Foto: Divulgação.)
Foto: Divulgação.

Um dos grandes desafios das instituições de ensino atualmente é ensinar os estudantes a compreender, identificar e como trabalhar suas emoções e das outras pessoas nas unidades educacionais. Para semear a cultura de paz nas escolas, é preciso que o ambiente pacífico e conciliador seja construído no dia a dia da sala de aula e nos pequenos atos. Pensando nisso, as escolas municipais de Petrolina, Santa Terezinha, José Nunes e Paulo Freire, estão realizando uma série de ações socioeducativas e traçando estratégias no combate à violência, através de projetos que incentivam a resolução de conflitos e educação para a paz.

A Escola Santa Terezinha, no bairro Dom Avelar, por exemplo, desenvolveu o projeto “A paz começa em mim”, que conta com um cronograma de atividades ao longo do ano. São trabalhados temas que despertam valores, atitudes e comportamentos baseados no respeito à vida e que rejeitam a prática da violência através da educação, do diálogo e cooperação. O projeto envolve ações em todas as disciplinas escolares e o tema é abordado em rodas de conversas, clubes de leituras, feira de ciências, produções culturais, shows de talentos, jogos interclasse, semana do estudante, oficinas, apresentações culturais, gincanas, semana da mulher, do estudante e da consciência negra.

“Temos percebido que na realização das ações eles se relacionam melhor, são mais ouvidos, expressam seus sentimentos, sentem-se acolhidos, além de se sentirem pertencentes a escola. Na realização das tarefas surgem sempre situações de conflitos que os levam a reflexões e os professores por sua vez são os mediadores, juntamente com os coordenadores e a gestão escolar. Nas reflexões são avaliadas as próprias atitudes e através da consciência, eles se tornam mais empáticos, solidários e generosos”, explicou a gestora da Escola Santa Terezinha, Izolda Freitas.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Grupo Diario de Pernambuco