Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PREVENÇÃO

Durante mês de maio, Recife oferece mais de 2,7 mil exames no mamógrafo móvel sem agendamento

Publicado em: 02/05/2022 12:01

Ao todo, serão realizadas 35 ações ao longo do mês. Máscaras ainda são exigidas para atendimento das usuárias
 (Inaldo Lins/PCR)
Ao todo, serão realizadas 35 ações ao longo do mês. Máscaras ainda são exigidas para atendimento das usuárias (Inaldo Lins/PCR)
A partir desta segunda-feira (2), a Prefeitura do Recife vai disponibilizar 2.720 vagas para realização de mamografias gratuitas, em maio, no mamógrafo móvel. Neste mês, os atendimentos realizados no equipamento voltam a ser feitos por demanda espontânea, sem necessidade de agendamento.
 
Ao todo, serão realizadas 35 ações nos oito Distritos Sanitários da cidade, contemplando mulheres entre 50 e 69 anos. A programação completa pode ser conferida AQUI.

Em cada local, serão oferecidas 80 vagas (metade pela manhã e outra metade à tarde) - exceto nos dias 21 e 28 de maio, quando serão disponibilizadas, em cada dia, 40 vagas, das 8h às 12h.
 
No dia do exame, é necessário levar documento de identificação, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência. No espaço onde é realizado o exame, continua
sendo obrigatório o uso de máscara e o respeito ao distanciamento físico, seguindo os protocolos sanitários vigentes.

O resultado da mamografia sai em até 30 dias, na própria unidade em que o caminhão permaneceu – ou na mais próxima do ponto da ação.
 
Quem está fora da faixa etária dos 50 aos 69 anos, que é preconizada pelo Ministério da Saúde, e precisa fazer o procedimento deve procurar a unidade de saúde de referência e solicitar um encaminhamento.

O EXAME

A mamografia é o único exame cuja aplicação em programas de rastreamento apresenta eficácia comprovada na redução da mortalidade por câncer de mama.
 
Conforme preconizado pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), é recomendado que mulheres de 50 a 69 façam o procedimento a cada dois anos.
 
COMO IDENTIFICAR A DOENÇA 

As mulheres devem estar atentas às mamas, no dia a dia, para que possam reconhecer suas variações naturais e identificar as alterações suspeitas.
 
Alguns sintomas podem ser nódulo (caroço) fixo, geralmente indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de
laranja; mudanças no bico do peito (mamilo); saída espontânea de líquido de um dos mamilos e pequenos nódulos no pescoço ou na região das axilas.

Além de realizar periodicamente o exame clínico e a mamografia, alguns hábitos saudáveis ajudam. Manter o peso corporal adequado, praticar atividade física e evitar o consumo de bebidas alcoólicas auxiliam na redução do risco de ter a doença. Amamentar também é um fator de proteção.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Manhã na Clube: entrevista com Miguel Coelho
Manhã na Clube: entrevista com dr. Antônio Manuel de Almeida Dias, presidente da CESPU Europa
Tite divulga lista de convocado  com uma surpresa
Grupo Diario de Pernambuco