Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

CONSEQUÊNCIAS

Chuvas: alagamentos, árvores caídas, deslizamento de barreira e pessoas desalojadas entram no "balanço" da Defesa Civil

Publicado em: 24/05/2022 09:53 | Atualizado em: 24/05/2022 11:14

A Defesa Civil registrou cerca de 30 famílias desalojadas em Olinda e sete no Recife (Mandy Oliver/Esp.DP)
A Defesa Civil registrou cerca de 30 famílias desalojadas em Olinda e sete no Recife (Mandy Oliver/Esp.DP)

Por conta das fortes chuvas que estão acontecendo na Região Metropolitana do Recife (RMR) e na Zona da Mata pernambucana, a Defesa Civil divulgou, nesta manhã, um "balanço" com as consequências que o volume das águas desta segunda-feira (23) deixou. Deslizamento de barreiras e famílias desalojadas estão entre elas. Não há registro de vítimas nem feridos.

 

"Até o momento, as ocorrências repassadas pelos municípios estão relacionadas a trechos de alagamentos em vias urbanas, quedas de árvores e deslizamentos de barreiras", disse, em nota.

 

Em Olinda, a Defesa Civil também registrou cerca de 30 famílias desalojadas. "Recebemos ainda o registro de cerca de 30 famílias que ficaram desalojadas devido ao destelhamento de algumas casas no bairro de Salgadinho, em Olinda. De acordo com a Coordenadoria do município, o problema ocorreu devido aos fortes ventos que atingiram a região", completou.

 

Na capital, sete famílias foram identificadas na mesma situação. "A Coordenadoria de Defesa Civil do Recife registrou na central sete famílias desalojadas por conta dos alagamentos que atingiram a cidade no dia de ontem", frisou a mesma nota.

 

Volume das chuvas na RMR e Zona da Mata 

 

De acordo com informações da Associação Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Ipojuca foi o local onde mais choveu, tendo registro de 115 milímetros. Em segundo lugar, está o município do Cabo de Santo Agostinho, com 99,96 milímetros. Depois Recife, com 86; e Jaboatão dos Guararapes, com 83,25. Na Zona da Mata, Goiana foi registrada com 78 mm. A previsão é de mais chuva nesses locais ao longo do dia. 

 

Pedido de ajuda 

 

A Defesa Civil de Pernambuco deve ser acionada em caso de alguma intecorrência provocada pelas chuvas. A central, que funciona 24h, atende através dos números 199 ou 3183 2490.

 

Além disso, existe um telefone específico para cada local. Confira abaixo: 

Recife - 0800 081 3400

Olinda - 0800 281 2112

Jaboatão dos Guararapes - 0800 281 2099

Ipojuca - 0800 281 0620

Goiana - 0800 281 3400 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco