Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

SAÚDE

Centro 'Ilê Axé Ilu Tapá' recebe ação saúde gratuita, em Olinda

Publicado em: 09/05/2022 10:49

A prefeitura ressaltou que os atendimentos clínicos são gratuitos. (PMO/Divulgação)
A prefeitura ressaltou que os atendimentos clínicos são gratuitos. (PMO/Divulgação)
O centro Ilê Axé Ilu Tapá, de pai Marcilio, rua Austro Costa, 222, na Vila Popular, em Olinda, Região Metropolitana, recebe ações de saúde nesta terça-feira (10). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, será oferecido atendimento clínico, testagem rápida HIV, sífilis, hepatite B/C e Covid-19, citologia, avaliação nutricional, vacina, aferição de pressão arterial e glicose, além de emissão de  Vem Livre acesso. Os atendimentos são gratuitos.

A prefeitura de Olinda ressaltou que a ação conta a participação da Diretoria de Atenção Básica, por meio da Coordenação Saúde da População Negra. A ação faz parte do programa Saúde nos Terreiros.

Confira a nota da Secretaria Municipal:

"A Secretaria de Saúde de Olinda promove nesta terça-feira (10.05) mais uma ação do programa Saúde nos Terreiros. Desta vez foi programado para ser realizado no centro Ilê Axé Ilu Tapá, de pai Marcilio, rua Austro Costa,  222, em Vila Popular. A atividade conta a participação da Diretoria de Atenção Básica, por meio da Coordenação Saúde da População Negra. Na ação será oferecido atendimento clinico, testagem rápida HIV, sífilis, hepatite B/C e Covid-19, citologia, avaliação nutricional, vacina, aferição de pressão arterial e glicose, além de emissão de  Vem Livre acesso".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Grupo Diario de Pernambuco