Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

SOLIDARIEDADE

App aproxima doadores e vítimas de pontos de coleta e abrigos

Publicado em: 31/05/2022 15:13

 (Foto: Rafael Vieira/DP Foto.
)
Foto: Rafael Vieira/DP Foto.

Com o grande volume de chuvas registrados nos últimos dias, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação de Pernambuco (Secti-PE) prospectou, com empreendedores do ecossistema de inovação do Estado, um aplicativo chamado Central Solidária, uma ação para aproximar pontos de coleta e abrigos de doadores e voluntários. A solução foi idealizada por Lívia Furtado, empresária, consultora de negócios e fundadora da startup Flink, e Rycardo Lira, engenheiro civil e Placemaking Manager na Ikone Liga Social Global, ambos formados pela Universidade de Pernambuco (UPE).

Dentro do aplicativo, em poucos segundos, é possível fazer e compartilhar doações - incentivando outros a fazê-las -, encontrar pontos de coleta e suas informações - como telefone, endereço, Instagram e Pix -; e ainda contribuir com novos locais para incrementar o banco de dados. "A ideia de desenvolver o app surgiu diante da vontade de mudar a situação da população em situação de vulnerabilidade da cidade. No curto prazo, decidimos desenvolver o aplicativo para centralizar todas as informações e facilitar a vida das pessoas que querem ajudar, mas não sabem como podem fazê-lo da melhor forma, ou para onde devem direcionar as suas doações. No longo prazo, queremos utilizar os nossos conhecimentos técnicos e apoio de instituições próximas para criar um grupo e iniciar um projeto mais robusto, a fim de auxiliar municípios e governos para mitigar outros desastres", explica Lívia.

De acordo com Hugo Vasconcelos, diretor de Estratégias e Ambiente Legal para a Inovação da Secti-PE, "Por orientação do Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Fernando Jucá, conversamos com agentes do sistema de inovação para saber quem já estava desenvolvendo um Mínimo Produto Viável de facilitação do diálogo entre voluntários e abrigos ou pontos de doação. Esse movimento de escuta é importante pois ganhamos tempo, trabalhando em cima do que já existe, e reconhecemos ações de impacto social de empreendedores do nosso sistema", ressalta. 

Em breve, os desenvolvedores pretendem adicionar novas funcionalidades ao app, como permitir a identificação das necessidades que representam a maior demanda dentro de cada ponto de arrecadação - visando equilibrar as doações de acordo com a necessidade das pessoas -, e adicionar uma aba com "serviços gratuitos" voltado para as vítimas, para que psicólogos, advogados, engenheiros e outros profissionais coloquem-se à disposição para atendê-las. A Secti-PE ressalta que as informações do aplicativo são de responsabilidade das pessoas e instituições cadastradas.

O link para acessar o app é o https://bit.ly/centralsolidaria

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco