Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

CAMPANHA

SESI-PE ressalta importância do Abril Verde, mês de conscientização sobre saúde e segurança no trabalho

Publicado em: 28/04/2022 11:08

A campanha foi criada em abril de 1969, quando houve a explosão de uma mina na cidade de Farmington, nos Estados Unidos (Divulgação/SESI)
A campanha foi criada em abril de 1969, quando houve a explosão de uma mina na cidade de Farmington, nos Estados Unidos (Divulgação/SESI)
Independentemente da categoria, todo ambiente de trabalho requer medidas capazes de minimizar riscos ocupacionais e garantir o bem-estar físico, mental e emocional dos seus trabalhadores. Pensando nisso, o SESI-PE destaca a importância da campanha Abril Verde, celebrada no dia 28 de abril e que tem como objetivo conscientizar empregados e empregadores sobre a prevenção de acidentes de trabalho durante todo o mês. A campanha foi criada em abril de 1969, quando houve a explosão de uma mina na cidade de Farmington, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. O acidente culminou na morte de 78 trabalhadores, caracterizando o episódio como um dos maiores acidentes trabalhistas da humanidade, sendo instituído o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho.

Técnico de segurança do trabalho do SESI-PE, Iran Goes reforçou a importância da data para que a questão seja debatida, mas pontuou também que todo dia é dia de pensar sobre o tema. “Para se ter uma ideia, em 2020, tivemos mais de 10 mil acidentes do trabalho somente no estado de Pernambuco. Esse dado é alarmante e não podemos fechar os olhos para essa”, afirmou. Ele ainda complementa que a conscientização para que nenhum acidente ocorra durante a jornada de trabalho é resultado da parceria entre empregado e empregador.
 
“Os trabalhadores precisam, por exemplo, utilizar os equipamentos de segurança e seguir os procedimentos que a norma exige. Aos empresários, é preciso, sim, comprar os equipamentos, mas é também responsabilidade deles treinar o trabalhador quanto à utilização, exigir que o colaborador use e fiscalizar, para que nem o trabalhador seja acidentado e nem o empregado seja punido por não utilizar. É preciso entender que o trabalhador é fundamental. Se eu não cuido dele, eu corro o risco de perder a maior riqueza da minha empresa, que são as pessoas”, disse.

Iram ressaltou também a importância da emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) dentro do ambiente laboral, enfatizando que, para isso, o empregador precisa orientar o trabalhador a procurar o departamento responsável em caso de acidente. “A CAT é fundamental para a empresa, pois ao relatar um acidente, ele poderá servir de alerta para que seja corrigido, haja análise da ocorrência e, dessa forma, o empregador possa orientar os demais colaboradores para que esse acidente especificamente não venha a se repetir”, explicou.

A CAT deve ser informada à Previdência Social até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência, em caso de morte, a comunicação deverá ser imediata. Depois desse prazo, a empresa estará sujeita à aplicação de multa.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Manhã na Clube: entrevista com Miguel Coelho
Manhã na Clube: entrevista com dr. Antônio Manuel de Almeida Dias, presidente da CESPU Europa
Tite divulga lista de convocado  com uma surpresa
Grupo Diario de Pernambuco