Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PANDEMIA

Sindicato dos Médicos critica suspensão de férias de profissionais de saúde do estado

Publicado em: 28/01/2022 18:56

Foto: Hélia Scheppa/SEI-PE
Na tarde desta sexta-feira (28) o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simpe) divulgou nota criticando as condições de trabalho nos hospitais estaduais, além da suspensão de férias do profissionais de saúde e da liberação da realização de eventos sociais no estado. Segundo o Simepe, as unidades de saúde estão superlotadas e os profissionais sobrecarregados, sofrendo também com a falta de equipamentos básicos como a máscara N95. 

A entidade condena a suspensão das férias dos profissionais de saúde do estado por um período de até 60 dias ou até uma nova determinação, divulgado nesta sexta-feira pelo governo, com a finalidade de manter as equipes nos hospitais para ajudar a conter a propagação do vírus. 

Na nota, o Simepe solicita explicações ao governo do estado sobre ter mantido festas e shows com até 3 mil pessoas e alerta que são aglomerações suscetíveis ao aumento da contaminação com o vírus e consequentemente sobrecarregam ainda mais os hospitais. "Nosso sindicato repudia veemente a postura contraditória do governo. É preciso ter consciência e pensar na saúde em primeiro lugar”, diz o comunicado. 

Na publicação, os médicos cobram um posicionamento do Conselho Regional de Médicos de Pernambuco (Cremepe). O Diario entrou em contato com o conselho e também com a Secretaria Estadual de Saúde, sobre as queixas do Sindicato dos Médico, mas não obteve retorno até agora.  
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com Raquel Lyra (PSDB)
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Grupo Diario de Pernambuco