Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

UM ANO DE CAMPANHA

"Em breve, poderei levar minha neta para vacinar", diz primeira imunizada contra Covid-19 em Pernambuco

Publicado em: 17/01/2022 12:21 | Atualizado em: 17/01/2022 21:32

 (Foto: Arnaldo Sete/ Esp. DP Foto
)
Foto: Arnaldo Sete/ Esp. DP Foto
Nesta terça-feira (18), a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Pernambuco completará um ano. Em 18 de janeiro de 2021, a técnica em enfermagem Perpétua do Socorro, 53 anos, recebeu a primeira das mais de 15 milhões de doses aplicadas até agora no estado. A profissional continua trabalhando na UTI de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, ligado à Universidade de Pernambuco. Testemunha em primeira mão de toda a pandemia e de seu atual momento - marcado pela aceleração dos casos e internações, sobretudo entre os não vacinados -, ela ressalta a importância da imunização em todas as faixas etárias elegíveis, inclusive as crianças de 5 a 11 anos, que começaram a ser protegidos na última sexta-feira (14). Confira entrevista exclusiva ao Diario:
 
Como estão sua saúde e sua rotina de trabalho, um ano depois de ser a primeira pernambucana vacinada contra a Covid-19?
De um ano para cá, nunca peguei Covid-19 nem gripe. Mas no momento estou com uma rinite alérgica (risos). Continuo atuando na UTI de infectologia do Huoc, onde trabalho há 31 anos. Apesar do aumento de casos, a situação ainda é melhor que no auge da pandemia, mas as pessoas têm que se conscientizar de que é necessário se vacinar e de que o fato de estar vacinado não é razão para relaxar nos cuidados.

Como a senhora espera que o mundo esteja daqui a mais um ano? Quais são os seus planos?
Eu tenho certeza de que a pandemia é algo passageiro, mas as pessoas precisam manter as medidas de proteção neste momento. Eu pretendo me aposentar da função de técnica em enfermagem daqui a um ano e meio. Estou cursando a graduação de gestão hospitalar e quero passar a trabalhar nesta área. 

O primeiro aniversário da campanha de vacinação coincide com o começo da aplicação da dose nas crianças. Como a senhora vê esta nova etapa?
A vacinação infantil é fundamental. Todos os pais devem levar seus filhos. Tenho uma neta de 11 anos e assim que a vacinação estiver aberta para crianças sem comorbidades, eu a levarei para se imunizar. 

Qual é sua opinião sobre a realização do carnaval neste ano?
Sou contra. As pessoas não querem se vacinar e querem brincar carnaval? Como pode?

A senhora perdeu alguém próximo por causa da pandemia?
Diretamente, não. Perdi um amigo, técnico em enfermagem, que sofreu um infarto fulminante numa época de muito estresse. Mas vi o sofrimento de muitas famílias que perderam seus entes queridos para a Covid-19, o que me leva a reforçar, mais uma vez, que as pessoas têm que se vacinar e manter os cuidados, como usar máscaras corretamente. 
 

SAIBA MAIS
15,2 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 já foram aplicadas em Pernambuco 
95,14% da população elegível tomaram a primeira dose até agora
83,38% completaram seus esquemas vacinais com duas doses ou aplicação única
23,51% já tomaram a dose de reforço 
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo condenado à prisão perpétua por matar civil na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com o Deputado Federal Carlos Veras (PT)
Última Volta: GP da Espanha 2022 de F1
Antiproibicionismo: Marcha da Maconha por uma nova política de drogas
Grupo Diario de Pernambuco