Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

ADVOCACIA

OAB-PE: Advocacia pública tem espaço significativo na chapa de Fernando e Ingrid

Publicado em: 06/11/2021 09:58

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
A composição da chapa OAB + Unida, que tem Fernando Ribeiro Lins e Ingrid Zanella como candidatos à co-Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Pernambuco (OAB-PE), registra a mais significativa representatividade no segmento da advocacia pública. A chapa conseguiu reunir procuradores das três esferas - federal, estadual e municipal -, bem como profissionais que atuam na Advocacia Geral da União e Procuradoria da Fazenda Nacional. Ou seja, todos os setores da advocacia pública estão representados na chapa.

O espaço na chapa é reflexo da atenção dada ao segmento na gestão dos co-presidentes Bruno Baptista e Ingrid Zanella, que realizaram, entre outras ações, a luta pelo honorário de sucumbência, a defesa das prerrogativas, principalmente na emissão de pareceres, e a valorização das carreiras da advocacia pública. “Os espaços para a advocacia pública aumentaram nas últimas gestões, em todos os seus níveis, sempre com poder de voz e voto. As portas da OAB-PE, da Comissão da Advocacia Pública e dos conselhos sempre estiveram abertas para a defesa das prerrogativas dos advogados públicos”, comentou Marco Aurélio Peixoto, que é advogado da União e ex-conselheiro estadual da OAB-PE. 

É importante destacar também o apoio de importantes entidades de representação dos advogados e advogadas públicos. Externaram o apoio formal a Fernando e Ingrid a Associação Nacional dos Advogados da União (ANAUNI) e o Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (SINPROFAZ). O presidente da ANAUNI, Clóvis Andrade, que atualmente também preside o Fórum Nacional da Advocacia Pública, veio ao Recife para se encontrar com Fernando, Ingrid e Bruno Baptista para registrar seu apoio. 

Os advogados públicos presentes na chapa OAB Unida são Sarah Asmann (procuradora federal), Julio César Monte (advogado da União), Maria Helena Ribemboim (procuradora da Fazenda Nacional), Leonardo Carneiro da Cunha (procurador do Estado), 
Maria Teresa Dines (procuradora do Recife), Ricardo Marques e Leonardo Aguiar (procuradores de Olinda). Além disso, já está escolhida como presidente da Comissão da Verdade sobre a Escravidão Negra no Brasil, a procuradora federal Chiara Ramos.  

“As indicações desses candidatos passou pelas associações. Foram referendadadas pelas respectivas associações. Não são nomes lançados ao vento. Tivemos o cuidado de conversar com todos, como sempre fazemos, para chegar a nomes de consenso e que agregam valor à nossa chapa”, afirmou Fernando Ribeiro Lins.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Erupção de vulcão na ilha de Java deixou 34 mortos
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT/PE), Almir Mattias e Renata Berenguer
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Grupo Diario de Pernambuco