Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

EMPREENDEDORISMO

Governo de Pernambuco lança linha de crédito para fomentar empreendedorismo feminino

Publicado em: 10/11/2021 19:28 | Atualizado em: 10/11/2021 20:12

 (Foto: Governo do Estado de Pernambuco)
Foto: Governo do Estado de Pernambuco

O Governo do Estado, por meio da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE) e da Secretaria da Mulher (SecMulher-PE), lançou, nesta terça-feira (9), uma nova linha de crédito no âmbito do Plano Retomada, voltada exclusivamente ao público feminino. O objetivo da linha Mulheres Empreendedoras é fomentar a cultura do empreendedorismo entre elas, mobilizando e estimulando ambientes de negócios e promovendo a formalização e a igualdade de gênero, seguindo o caminho do desenvolvimento sustentável. O lançamento ocorreu no Palácio do Campo das Princesas, durante evento com a governadora em exercício, Luciana Santos.

O valor do financiamento é de até R$ 20 mil por beneficiária e prazo de até 36 meses para pagamento, sendo três meses de carência, com taxa de juros de 0,5% ao mês para quem paga em dia e ganha o bônus de adimplência. Podem solicitar o crédito pessoas físicas do gênero feminino ou microempreendedoras individuais (MEI), que já tenham contratado algum microcrédito pela AGE, tenham liquidado as parcelas sem atraso de mais de 30 dias e queiram investir na expansão do seu empreendimento.

“As mulheres representam 65% das operações do Crédito Popular, nossa principal linha de microcrédito. Com a nova linha, queremos fortalecer os empreendimentos daquelas que já o contrataram, oferecendo um valor até quatro vezes maior, e incentivar sua formalização, para que acessem direitos como aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade”, ressalta o diretor-presidente da AGE, Márcio Stefanni.

A apresentação da formalização do empreendimento, através do cartão CNPJ, é uma das condições para que os recursos sejam liberados. As empreendedoras já formalizadas como MEI, cujo faturamento esteja acima de R$ 81 mil, também devem apresentar a formalização da alteração do enquadramento para microempresa (ME). Outra condição é participar de uma capacitação em gestão oferecida pela SecMulher-PE.

As mulheres que atendem aos requisitos serão contatadas por agentes de crédito da AGE e por coordenadoras regionais da SecMulher-PE, que também apoiarão as inscritas na preparação da documentação, como o Plano Simplificado de Negócios. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone/WhatsApp (81) 3183-7450.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco