Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

ENCONTRO VIRTUAL

Estudantes de Pernambuco, Bahia e Alagoas participam de encontro com vencedores do Nobel

Publicado em: 09/11/2021 19:12 | Atualizado em: 09/11/2021 20:07

 (Pós-graduando João Luiz Gomes, da Universidade de Pernambuco (UPE), se reunirá virtualmente com cinco vencedores do Prêmio Nobel para discutir o impacto da ciência e o papel dos cientistas na sociedade. Foto: Divulgação )
Pós-graduando João Luiz Gomes, da Universidade de Pernambuco (UPE), se reunirá virtualmente com cinco vencedores do Prêmio Nobel para discutir o impacto da ciência e o papel dos cientistas na sociedade. Foto: Divulgação

Três estudantes da região Nordeste do Brasil se reunirão virtualmente com cinco vencedores do Prêmio Nobel em novembro para discutir o impacto da ciência e o papel dos cientistas na sociedade. Os pós-graduandos Camila Almeida de Jesus, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); e João Luiz Gomes Carneiro Monteiro, da Universidade de Pernambuco (UPE); e a estudante de graduação Júlia Fortaleza, da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), participarão do encontro, organizado pelo Nobel Prize Outreach, pela Academia Brasileira de Ciências (ABC) e pela Rede Interamericana de Academias de Ciências (IANAS).

No total, 80 estudantes de 24 países da América Latina e do Caribe foram selecionados para o evento, que será transmitido para uma audiência global em 16 de novembro. O Brasil será o país com o maior número de representantes, com 16 no total.

O Diálogo Prêmio Nobel América Latina e Caribe terá a presença de nomes de peso como a microbióloga francesa Emmanuelle Charpentier, vencedora do Nobel de Química em 2020 por criar, junto com a norte-americana Jennifer Doudna, uma ferramenta revolucionária capaz de editar a estrutura do DNA humano, que ficou conhecida pelo acrônimo CRISPR. Além de Charpentier, participarão do encontro a australiana Elizabeth Blackburn e a norueguesa May-Britt Moser, vencedoras do Nobel de Medicina em 2009 e 2014, respectivamente; o norte-americano Saul Perlmutter, Nobel de Física em 2011; e o holandês Bernard Feringa, Nobel de Química em 2016.

Divididos em cinco salas virtuais, os estudantes debaterão questões como a responsabilidade dos cientistas e a construção de diálogos entre a ciência, os atores políticos e a sociedade. Os cinco Prêmio Nobel também vão propor desafios científicos aos jovens e responderão a questões propostas pelos estudantes.

“Esse encontro é uma oportunidade fantástica para que os estudantes conheçam mais sobre o trabalho e também a vida dos vencedores do Prêmio Nobel. Para que eles saibam como esses cientistas chegaram até lá. Nosso foco é incentivar aspirantes a cientistas a continuarem no caminho da pesquisa científica, que se interessem por questões como a natureza humana e o universo e ajudem no desenvolvimento do Brasil e da América Latina em geral”, disse o presidente da ABC, Luiz Davidovich.

Este é o segundo encontro da parceria entre o Nobel Prize Outreach e a ABC, desta vez com estudantes da América Latina e do Caribe no evento, trazendo mais pluralidade para as discussões. A região enfrenta desafios como mudanças climáticas, instabilidade política e desigualdades sociais, além de ter sido uma das que mais sofreram as consequências da pandemia da COVID-19 no mundo.

“Queremos inspirar essa nova geração de cientistas a trabalhar juntos, tanto em equipe quanto como ao lado da sociedade, e a usarem a ciência para enfrentar os grandes desafios que temos à nossa frente”, contou a CEO da Nobel Prize Outreach, Laura Sprechmann.

E é justamente para dar resposta a todos esses desafios da região que o encontro foi organizado, segundo o co-presidente da IANAS e vice-presidente da ABC, Helena Nader.

“Os países da América Latina e do Caribe enfrentam enormes desafios que, para serem superados, demandam conhecimento e comprometimento com a verdade, especialmente em uma época na qual convivemos com valores anticiência. A construção de soluções para muitos dos problemas que enfrentamos hoje, assim como outros que ainda surgirão, virão dos jovens. Ao reunir estudantes talentosos com vencedores do Prêmio Nobel, esperamos inspirar e estimular a formação de uma nova geração de cientistas que terão um papel fundamental para ajudar a construir um futuro melhor para a região”, afirmou.

O programa será moderado pelo diretor científico da Nobel Prize Outreach, Adam Smith, e a professora de psicologia clínica integrativa e membro do comitê do Prêmio Nobel Juleen Zierath.

O evento é organizado pelo Nobel Prize Outreach, pela Academia Brasileira de Ciências e pela Rede Interamericana de Academias de Ciências com o apoio dos parceiros internacionais do Nobel: 3M, ABB, Capgemini, Ericsson e Scania.

Unidos pela Ciência - Diálogo Prêmio Nobel América Latina e Caribe (https://www.nobelprize.org/events/nobel-prize-dialogue/latin-america-2021)

Data: 16 de novembro
Horário: 13h - 16h (horário de Brasília)
Transmissão: YouTube Nobel Prize (https://www.youtube.com/channel/UC-V6odR7HzLCuqjYeowPjLA)

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Variante ômicron representa risco elevado para o planeta
Grupo Diario de Pernambuco