Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PESQUISA

Consulta popular para definição de investimentos no Recife está aberta até 20 de novembro

Publicado em: 09/11/2021 12:26 | Atualizado em: 09/11/2021 22:37

A consulta faz parte da atualização do planejamento de longo prazo da capital pernambucana.
 (Fabson Gabriel/Cortesia)
A consulta faz parte da atualização do planejamento de longo prazo da capital pernambucana. (Fabson Gabriel/Cortesia)
A Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES) promove uma consulta popular para saber o que os recifenses querem para a cidade nos próximos 17 anos, quando a cidade completará cinco séculos de história. De acordo a agência, entre as questões estão os principais desafios da cidade e como descrever o que esperar da Capital pernambucana nas duas décadas que virão. Para participar, basta acessar o link: https://pt.surveymonkey.com/r/REC500.

O presidente da ARIES, Marcos Baptista, reforçou a importância da consulta, principalmente neste momento de pandemia que a cidade ainda vive e passou por mudanças em sua dinâmica. “Essa escuta em todas as camadas da sociedade é muito importante e fundamental para que o Plano Recife 500 Anos permaneça vivo e cada vez mais a gente consiga aperfeiçoá-lo de modo a orientar as ações rumo ao futuro do Recife em seus 500 anos em 2037”, disse.

Como em 2037, o Recife completará cinco séculos de história, um plano estratégico de longo prazo foi estruturado para pensar no futuro da Capital do Nordeste. Segundo a agência, o Plano Recife 500 Anos é fruto de análise de dados e informações, debates e pesquisas de campo, unindo o saber estabelecido sobre a cidade e o saber que emerge da participação popular. O documento reúne diretrizes de desenvolvimento sustentável a serem implementadas na cidade até o ano de 2037.

O coordenador técnico do Plano Recife 500 Anos, João Salles, explica que esta consulta popular tem objetivo de coletar contribuições para a visão de futuro para o Recife. “A expectativa é que essa primeira chamativa fique aberta até o dia 20 de novembro. Ainda esse ano será aberta uma nova consulta para saber ações e iniciativas devam ser implementadas na cidade”, finaliza.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco