Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

AÇÃO

Polícia investiga atropelamento em ato contra Bolsonaro como tentativa de homicídio

Publicado em: 04/10/2021 12:41 | Atualizado em: 04/10/2021 13:39

Atropelamento ocorreu nos momentos finais da manifestação, na Av. Martins de Barros, no bairro de Santo Antônio (Reprodução/Portal G1 de notícias)
Atropelamento ocorreu nos momentos finais da manifestação, na Av. Martins de Barros, no bairro de Santo Antônio (Reprodução/Portal G1 de notícias)
Após circularem vídeos de um homem dirigindo um carro atropelando uma mulher de 29 anos, durante a dispersão da manifestação contra Bolsonaro, ocorrido no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife, no último sábado (2), a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) anunciou que está investigando o ocorrido como uma tentativa de homicídio. O acusado registrou, por sua vez, uma ocorrência de dano e depredação do seu veículo, na Central de Plantões da Capital (Ceplanc). A vítima é advogada integrante da Comissão de Advocacia Popular da Ordem dos Advogados (OAB-PE).

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), através da 1ª Delegacia de Polícia de Homicídios, coordenada pelo delegado Elielton Xavier, responsável pela investigação, as primeiras ações de polícia judiciária no caso foram realizadas no final de semana por equipe da Força Tarefa de Homicídios com apoio de equipe da Divisão Especializada de Apuração de Homicídios (DEAH).

A Polícia Civil de Pernambuco informou, por meio nota, que todas as providências estão sendo tomadas para o esclarecimento dos fatos. “No momento, não é possível fornecer mais informações para não atrapalhar o andamento das diligências. A PCPE se pronunciará em momento oportuno”.

Relembre o caso
Segundo informações da Polícia, o atropelamento ocorreu nos momentos finais da manifestação, na Av. Martins de Barros, no bairro de Santo Antônio, depois que um carro não respeitou o bloqueio feito pelos manifestantes no local. O motorista saiu do local sem prestar socorro à vítima.

A vereadora do Recife Dani Portela (PSOL), que estava presente no ato, relatou o caso. "As pessoas que estavam aqui e testemunharam, disseram que ele teria feito isso propositalmente. Um Jeep preto Renegade teria avançado em direção aos manifestantes e a arrastou por cerca de 50 m. Precisamos cobrar das autoridades que seja expedido ainda hoje o mandado de prisão. Já estamos com os dados da placa e o nome do motorista. Precisamos que isso seja cumprido hoje", afirmou.

A mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada para o Real Hospital Português.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Manhã na Clube: ex-ministro Roberto Freire, dr. Cláudio Falcão e o advogado Pedro Avelino
Chama dos Jogos de Inverno é acesa
Grupo Diario de Pernambuco