Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

EDUCAÇÃO

A evasão escolar é discutida por gestores das escolas estaduais na Promotoria de Educação de Olinda

Publicado em: 06/10/2021 10:22 | Atualizado em: 06/10/2021 10:27

Participaram do encontro o promotor de Justiça de Educação de Olinda, Sérgio Souto; o gerente da Gerência Regional de Educação - Metropolitana Norte (GRE-MN), Saulo Guimarães; gestores escolares da rede estadual de ensino do Município e representantes dos alunos. (Gerência Regional de Educação - Metropolitana Norte (GRE-MN)/Reprodução)
Participaram do encontro o promotor de Justiça de Educação de Olinda, Sérgio Souto; o gerente da Gerência Regional de Educação - Metropolitana Norte (GRE-MN), Saulo Guimarães; gestores escolares da rede estadual de ensino do Município e representantes dos alunos. (Gerência Regional de Educação - Metropolitana Norte (GRE-MN)/Reprodução)

A evasão escolar em Olinda, na Região Metropolitana, propiciada pela pandemia da Covid-19, foi tema de uma reunião entre gestores da rede pública estadual do município com a Gerência Regional de Educação Metropolitana Norte (GRE-MN). De acordo com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Defesa do direito à Educação, durante o encontro, houve pactuações de metas até dezembro, para o devido acompanhamento nesta fase de retorno às aulas presenciais. Durante a reunião, também foram discutidas sobre as avaliações diagnósticas de aprendizagem dos estudantes que retornam as aulas e soluções para a educação inclusiva.

“Em dezembro, vamos fazer uma nova reunião para verificar as ações que foram implementadas e quantos alunos efetivamente retornaram. Ainda em outubro, vamos ter uma audiência com os Conselhos Tutelares a fim de alinhar essas ações, em complemento”, pontuou o promotor de Justiça de Educação de Olinda, Sérgio Souto. Na reunião, que ocorreu na terça-feira (5), os gestores apresentaram as dificuldades enfrentadas e debateram sobre as possíveis soluções.

O encontro, programado dentro do procedimento de acompanhamento da evasão escolar na 5ª Promotoria de Cidadania de Olinda, ocorreu de forma presencial na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Santa Ana, no Bairro Rio Doce, que contou com a participação de representantes dos alunos na rede pública de forma ativa no debate, no qual puderam tirar dúvidas e opinar. Dois deles, deram depoimentos de como a busca ativa da escola havia refletido de forma positiva em suas vidas. Após terem sido resgatados pelo programa, agora também estavam fazendo busca ativa de outros estudantes e dos próprios irmãos, em casa.

Para o gerente da GRE-MN, Saulo Guimarães, o encontro de hoje reforçou a necessidade constante de uma busca ativa dos alunos. “Com foco para a motivação da decisão do abandono juntamente com a condição social que contribuiu. Também foi destacado para a comunidade escolar o olhar atento para como os alunos que vão retornar, fazendo-se necessário que as escolas façam ações de acolhimento e de bem-estar, para que a inclusão do aluno seja feita de forma mais humanizada”.

O gerente também ressaltou a importância das avaliações diagnósticas quanto à defasagem de aprendizado por causa do desafio das aulas remotas, para aqueles que tiverem condições de acompanhar; bem como para aqueles que não conseguiram acompanhar, com maior agravamento na aprendizagem, exigindo maior esforço para recuperar.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Manhã na Clube: ex-ministro Roberto Freire, dr. Cláudio Falcão e o advogado Pedro Avelino
Chama dos Jogos de Inverno é acesa
Grupo Diario de Pernambuco