Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

SETEMBRO DOURADO

Grupo de Ajuda lança livro de conscientização sobre câncer infantojuvenil

Publicado em: 15/09/2021 10:51

Setembro Dourado é marcado pela conscientização do câncer infantojuvenil, mês que reforça a importância do acompanhamento pediátrico de rotina e o diagnóstico precoce da doença. (John Farias/GAC-PE)
Setembro Dourado é marcado pela conscientização do câncer infantojuvenil, mês que reforça a importância do acompanhamento pediátrico de rotina e o diagnóstico precoce da doença. (John Farias/GAC-PE)
O Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer (GAC-PE), em parceria com a Universidade de Pernambuco (UPE) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), lançou um livro de conscientização do câncer infantojuvenil. A publicação reúne uma coletânea de pesquisas e conceitos básicos da detecção precoce do câncer infantil, como rastreamento e diagnóstico precoce, suas premissas e implicações, e as atuais recomendações de tratamento para o câncer infantil, a partir das evidências científicas que embasam as diretrizes e os protocolos nacionais. A versão on-line e gratuita da publicação está disponível no endereço: www.gac.org.br.

“A obra vai funcionar como um recurso útil para a atualização sobre o tema e contribuir na capacitação profissional, qualificando a assistência, principalmente a atenção básica, para o avanço do controle do câncer infantojuvenil”, ressalta a oncologista pediátrica e presidente do GAC-PE, Vera Morais.

O livro foi baseado no conteúdo do programa “Fique Atento: pode ser câncer!” desenvolvido pela plataforma Telessaúde, disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), curso que oferece instruções, exercícios e capacitação para investigação preliminar de sintomas do câncer.

“Nosso desafio é identificar precocemente os sinais e sintomas de alerta tais como: febre, sangramento, dor de cabeça, aumento do volume do abdômen e irritabilidade. O livro significa uma conquista do GAC-PE que vai fazer a diferença na vida de muitas crianças e adolescentes com câncer em Pernambuco e estados vizinhos, da qual nos orgulhamos muito em fazer parte e também da sua história”, afirma Vera Morais.

Pernambuco
No Centro de OncoHematologia Pediátrica (CEONHPE) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, 46 crianças foram diagnosticadas com câncer, no ano passado, enquanto em 2019 foram identificados 65 casos, uma queda de 29% no diagnóstico.

Um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e Sociedade Brasileira de Patologia (SBP), divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), revelou que pelo menos de 50 mil a 90 mil brasileiros deixaram de receber o diagnóstico de câncer apenas nos primeiros meses da pandemia, em 2020.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Após erupção do vulcão Cumbre Vieja, especialistas temem gases tóxicos
Manhã na Clube: Lucas Ramos (Sec. de Ciência e Inovação de Pernambuco) e dr. Catarina Ventura
Na ONU, Bolsonaro diz ser contra passaporte sanitário
Manhã na Clube: Augusto Coutinho, Laurice Siqueira, Frederico Preuss Duarte e Kaio Maniçoba
Grupo Diario de Pernambuco