Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PROTESTO

Grito dos Excluídos realiza manifestação no Derby, nesta terça

Publicado em: 06/09/2021 11:12 | Atualizado em: 06/09/2021 11:40

Registro da manifestação de 2016. Este ano a concentração começa a partir das 10h, na Praça do Derby. (Teresa Maia/Arquivo DP)
Registro da manifestação de 2016. Este ano a concentração começa a partir das 10h, na Praça do Derby. (Teresa Maia/Arquivo DP)
A 27ª edição da manifestação popular do Grito dos Excluído(a)s, ocorre nesta terça-feira (7), Dia da Independência do Brasil. A concentração começa a partir das 10h, na Praça do Derby, na Área Central do Recife, e percorrerá a Avenida Conde da Boa Vista até a Praça do Carmo, no bairro de Santo Antônio. Este ano, o lema da manifestação será: “Na luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda já!”. A manifestação também realiza uma campanha de doação de alimentos para ajudar entidades que fazem apoio a pessoas em situação de rua. Para doar, é só levar 1 kg de feijão e entregar no coreto da praça, durante a concentração.

“A gente gostaria que as pessoas que se sentirem seguras, que vão a manifestação do Grito, e que levem seu quilo de feijão, se puderem. Precisamos das pessoas, principalmente, devido ao agravamento das condições. O custo de vida aumentou, temos um número de pessoas em situação cada vez maior no Recife, basta olhar as ruas. Em função disso, convocamos as pessoas que sentirem seguras para ir", ressalta o coordenador do Grito dos Excluído(a)s, na Capital pernambucana, Enildo Luiz Gouveia. Este ano também integra o ato o “Movimento Fora Bolsonaro”.

Ainda nesta terça-feira, diversos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão previstos para ocorrer em todo País. "Orientamos a todos que não aceitem provocação, bem como não realizem nenhum tipo de provocação. Se for, é para ir na paz, para que o Grito cumpra seu papel social, como todo ano é feito”, complementa.

O Grito dos Excluído(a)s ocorre há 27 anos, desde 1995, no dia oficial da Comemoração da Independência do Brasil. De acordo com o grupo, entre as motivações que levaram à escolha da data para a realização da manifestação estão a de “fazer um contra ponto ao Grito da Independência”. O primeiro ato ocorreu em 170 localidades, e foi realizado tendo como lema “A vida em primeiro lugar”, tema central da manifestação que permanece até hoje.

“O Grito dos Excluídos, no Recife e região, é organizado pelo Fórum Dom Helder Câmara, onde temos diversas entidades, centrais sindicais, ONGs, além de igrejas diversas. Todos que compõem o Fórum estão de alguma forma participando da manifestação, através do que chamamos de ‘alas do Grito’. Esse ano também recebemos algumas confirmações de blocos carnavalescos, grupos de maracatu e passistas de frevo, que fazem a resistência cultural. Toda manifestação que vier junto com a gente será bem-vinda, desde que sigam as regras de distanciamento e uso de máscara, para não colocar ninguém em risco”, finaliza.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Combate à gordofobia vira lei no Recife
Medicamento contra Covid-19 é recomendado pela OMS
Manhã na Clube: José Queiroz (PDT), Kleiton Boschi, Clarissa de França e Cristina Pires
Skate feminino decola no Brasil após Olimpíadas
Grupo Diario de Pernambuco