Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

AÇÃO

Governo de Pernambuco anuncia novas estratégias de prevenção à violência

Publicado em: 22/09/2021 18:20

 (Foto: Aluisio Moreira/SEI)
Foto: Aluisio Moreira/SEI
O governador Paulo Câmara (PSB) comandou, na manhã desta quarta-feira (22), o workshop internacional “Governança de políticas públicas de prevenção às violências com base em evidência”, promovido pela Cooperação Pernambuco, que é uma iniciativa multiagência liderada pela Secretaria de Prevenção à Violência e às Drogas, com a participação do UNODC, PNUD, ONU-Habitat e Instituto Igarapé. No evento, foram anunciadas novas estratégias de prevenção à violência e também foi apresentado o Observatório da Prevenção e outros planos que, segundo o governo do estado, vão nortear as políticas de prevenção no estado.

De acordo com o gestor estadual, a proposta é dinamizar e otimizar recursos físicos, financeiros e humanos das políticas públicas preventivas do Pacto pela Vida, por meio da mitigação de fatores de risco, como o abandono ou evasão escolar, a circulação ilegal de arma de fogo e drogas. “Acredito na prevenção como grande indutor para trabalharmos cada vez mais por um Pernambuco da paz. O Pacto Pela Vida tem contribuído muito na diminuição da violência, mas a grande política é a de prevenção, nas escolas ou envolvendo a cidadania, utilizando sempre a educação como norte maior de todo esse processo”, disse Câmara.

Ainda segundo a gestão estadual, as novas estratégias também vão fortalecer os fatores protetivos, capazes de reduzir comportamentos e vulnerabilidades específicas da população, cujo "objetivo é diminuir a probabilidade de os indivíduos serem vítimas da criminalidade". 

De acordo com o secretário estadual de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, as estratégias serão somadas as ações já existentes do Pacto Pela Vida. “Também teremos o olhar da prevenção cada vez mais aprimorado para salvar vidas, evitar homicídios e reconstruir trajetórias de esperança”, ressaltou. 

Particularidades

O governo do estado explicou que os programas e ações da estratégia de prevenção à violência serão focados na prevenção ao crime, a partir das particularidades e recorrências de cada ocorrência, e considerando os contextos sociais de raça, etnia, gênero e territorialidades múltiplas. Nesse aspecto, os dados passarão a ser mapeados pelo Observatório Estadual de Prevenção Social ao Crime e à Violência, vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão, em articulação com as demais secretarias estaduais que atuam na prevenção, nos marcos do Pacto pela Vida.

O especialista em Segurança, Justiça e Compliance do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), Eduardo Pazinato, explicou que os dois lançamentos se inserem na iniciativa da Cooperação Pernambuco, cujo objetivo é desenvolver conhecimento e compartilhar metodologias inovadoras e integradas para fortalecer ações de prevenção social aos crimes e atenção às pessoas que fazem uso prejudicial de álcool e drogas. “O que fizemos hoje foi estruturar com maior nível de foco, com base em evidências e nas melhores práticas internacionais, o aprofundamento dos resultados já muito positivos do Pacto Pela Vida, mesmo em um contexto extremamente adverso de pandemia e de Covid-19”, disse Pazinato.

Participaram do workshop os secretários estaduais de Defesa Social Humberto Freire e, Alexandre Rebêlo, de Planejamento e Gestão, além da diretora de Programas do Instituto Igarapé, Melina Risso; e a coordenadora Nacional da Cooperação Pernambuco, Paula Guedes.












Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Grupo Diario de Pernambuco