Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

MORTE

Após ser baleado em Nazaré da Mata, estudante morre no Hospital da Restauração

Publicado em: 21/09/2021 16:55

 (Foto: Reprodução/Facebook)
Foto: Reprodução/Facebook
Um estudante identificado como Daniel José da Silva, de 20 anos, morreu na última segunda-feira (20), após ter sido baleado na noite do domingo (19), no Loteamento Eugênio Bandeira, em Nazaré da Mata, Zona da Mata de Pernambuco, onde ele morava. O velório aconteceu nesta terça-feira (21). A suspeita é de que o jovem foi assassinado por engano.

A Polícia Civil informou que a vítima estava com duas pessoas quando foi atingido pela arma de fogo.

Daniel foi atingido e levado ao Hospital Regional Ermírio Coutinho, também em Nazaré da Mata. No entanto, foi transferido para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife. Lá, Daniel não resistiu aos ferimentos e teve a morte confirmada na noite de segunda-feira.

Abalada, a família do jovem cobrou por justiça. "Quero que corram atrás para prender o indivíduo que fez isso com ele. Esse crime não pode ficar impune", disse a irmã, Daniele Silva.

O velório aconteceu nesta terça-feira (21), na Escola Estadual Dom Carlos Coelho, no Centro de Nazaré da Mata, onde Daniel cursava o terceiro ano do Ensino Médio.

Testemunhas afirmam que Daniel foi assassinado por engano; ele não era o verdadeiro alvo da ação dos criminosos. Agora, a investigação da autoria e motivação do crime, registrado como homicídio doloso consumado, está à cargo da Polícia Civil de Pernambuco. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Grupo Diario de Pernambuco