Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

APREENSÃO

Polícia Federal prende agricultor por receptação de carga roubada

Publicado em: 06/09/2021 07:08 | Atualizado em: 06/09/2021 18:55

 (Foto: PF/Divulgação )
Foto: PF/Divulgação

Um agricultor, de 44 anos, foi preso em flagrante na sexta-feira (3) suspeito de receptar carga roubada no município de Flores, no Sertão do estado. De acordo com a Polícia Federal, os policiais encontraram parte da mercadoria roubada, como celulares e relógios, em um comércio e na residência da esposa do homem, que ficam localizados na cidade de Brejinho, também no Sertão.

A PF também informou que outras cargas foram encontradas em diversos armazéns indicados pela esposa do suspeito. Em um dos estabelecimentos, a Polícia identificou uma outra carga de móveis que foi roubada no dia 12 de julho em Paulo Afonso, na Bahia.

Entre os produtos desviados pelo homem estavam remédios de venda proibida sem nota fiscal, produtos de beleza e higiene, notas de cem bolívares venezuelanos, móveis, produtos para construção civil, produtos de cozinha, livros e calçados. Uma parte das mercadorias já foi entregue a empresa de transporte.   


Em seu interrogatório, o agricultor informou que trabalha no mercadinho com sua esposa, no aluguel de máquinas agrícolas e na perfuração de poços artesianos. Ainda segundo a PF, o homem afirmou que todas as mercadorias foram compradas sem notas fiscais de um vendedor, mas não sabia ser fruto de roubo de cargas. Disse também que comprou todas as mercadorias nos dias 25 e 28 de setembro por R$ 240 mil reais. 

 

O suspeito realizou o Exame de Corpo de Delito, passou pela audiência de custódia onde foi decretada sua prisão preventiva e em seguida foi encaminhado para a Cadeia Pública de Salgueiro. 

Já a comerciante de 44 anos, esposa do agricultor, foi ouvida em inquérito policial e em seguida liberada. Ela informou que é proprietária de um mercadinho e não desconfiou que as mercadorias que estavam nos armazéns e em sua residência fossem produtos de roubo. A mulher também afirmou que nunca questionou seu companheiro sobre as notas fiscais e sobre as mercadorias compradas com o dinheiro da família. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Após erupção do vulcão Cumbre Vieja, especialistas temem gases tóxicos
Manhã na Clube: Lucas Ramos (Sec. de Ciência e Inovação de Pernambuco) e dr. Catarina Ventura
Na ONU, Bolsonaro diz ser contra passaporte sanitário
Manhã na Clube: Augusto Coutinho, Laurice Siqueira, Frederico Preuss Duarte e Kaio Maniçoba
Grupo Diario de Pernambuco