Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

OPERAÇÃO VERÃO

Polícia Militar reforça contingente no litoral a partir desta quarta-feira

Publicado em: 31/08/2021 19:11 | Atualizado em: 31/08/2021 21:33

 (Foto: Alice Albuquerque/DP)
Foto: Alice Albuquerque/DP
Com a chegada da temporada de verão, que se inicia em setembro, a Polícia Militar anunciou um reforço no policiamento em todo o litoral do estado. O ação começa nesta quarta-feira (1/09) e segue até 31 de dezembro, com 2.512 lançamentos (turnos de trabalho) distribuídos em quatro diretorias e 11 municípios. O investimento será de R$ 301 mil. Além da orla, o patrulhamento também vai trabalhar nas áreas urbanas próximas, um diferencial desta segunda fase da Operação Verão.

A intensificação do policiamento foi desenvolvida pelo Destacamento de Polícia Ostensiva (DPO). De acordo com o diretor adjunto de Planejamento Operacional da Polícia Militar, coronel Alexandre Tavares, a flexibilização do decreto estadual de restrições relativas à pandemia deve levar mais pessoas às praias, por isso o reforço. “Como a gente acredita que as coisas estão começando a funcionar de forma mais regular, vamos cobrir tanto a área litorânea quanto a zona urbana dos municípios”, disse. O reforço também envolve a orla do Rio São Francisco em Petrolina.

A Operação Verão abrange batalhões e companhias sediados em Boa Viagem, na capital, além de Casa Caiada (Olinda), Piedade (Jaboatão), Janga (Paulista), Porto de Galinhas (Ipojuca), Ilha de Itamaracá, Goiana, Tamandaré e Petrolina. O 19º Batalhão, na Zona Sul do Recife, terá maior lançamento operacional, com 470 postos, seguido de Porto de Galinhas. “A orla de Boa Viagem, além de extensa, tem uma população flutuante muito alta e a gente terá atenção extra para aquele trecho, não esquecendo das outras áreas”, disse Tavares.

A operação se iniciará às vésperas do feriado prolongado de 7 de setembro, tendo em vista que já foi determinado o ponto facultativo para os funcionários públicos estaduais na segunda-feira (6/9). O coronel ressaltou que todas as unidades já estão orientadas para o feriadão. “Os mais de 2,5 mil lançamentos extraordinários vão colocar o policial que está de folga do serviço ordinário para trabalhar, e ele vai receber uma diária que será repassada pelo estado. Por isso a gente tem esse aporte no policiamento, que vamos incrementar na operação”, explicou.

A depender da unidade, o policial militar pode atuar em escalas de 12 horas de serviço e 36 horas de folga ou 24 horas de serviço por 72 horas de folga, e também em escalas diárias. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco