Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

VACINAÇÃO

Pernambuco já aplicou mais de 6 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19

Publicado em: 03/08/2021 18:20 | Atualizado em: 03/08/2021 18:35

 (Foto: Maria Tama/AFP)
Foto: Maria Tama/AFP
Pernambuco chegou à marca de mais de 6 milhões de doses aplicadas da vacina contra a Covid-19. São exatas 6.074.066 unidades dos imunizantes já no braço dos pernambucanos. Desse total, 4.340.662 foram de primeiras doses, chegando a 60% da população acima dos 18 anos. Ainda foram aplicadas 1.733.404 segundas doses e doses únicas, o que representa 23,99% dos adultos com o esquema vacinal completo.

"Desde o início da campanha, em janeiro, o Estado tem mantido uma operação logística para entrega das vacinas com agilidade e segurança a todas as cidades pernambucanas. Isso permite que os gestores municipais também possam iniciar suas ações rapidamente, garantindo, assim, o acesso dos imunizantes à população. Toda vacina deve ser disponibilizada de imediato à população, para conseguirmos criar uma barreira efetiva contra casos graves da Covid-19, evitando mais internamentos e óbitos. Os pernambucanos também devem ficar atentos ao andamento no seu município e fazer valer o seu direito à imunização quando for a sua vez. As vacinas são seguras, salvam vidas e são nossa principal esperança para combater essa pandemia", afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A superintendente de Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo, ainda destaca a importância da população finalizar o esquema vacinal caso o imunizante seja com duas doses. "Das quatro vacinas utilizadas no Brasil, três fabricantes preconizam a aplicação de uma segunda dose. Só assim o corpo produzirá uma resposta imunológica robusta contra a Covid-19. As pessoas precisam ficar atentas para fazer essa segunda dose no período ideal. Os municípios também devem criar estratégias para convocar possíveis faltosos, se valendo da comunicação e da busca ativa para que possamos garantir esse esquema completo", reforça.

Ao todo, foram feitas a primeira dose em 318.993 trabalhadores de saúde; 26.147 povos indígenas aldeados; 44.219 em comunidades quilombolas; 7.700 idosos em Instituições de Longa Permanência; 677.602 idosos de 60 a 69 anos; 603.168 idosos de 70 e mais; 2.463 pessoas com deficiência institucionalizadas; 421.495 pessoas com comorbidades; 34.254 pessoas com deficiência permanente; 67.258 gestantes e puérperas; 402.095 trabalhadores de serviços essenciais; 1.935 pessoas em situação de rua; 30.946 pessoas privadas de liberdade, além de 1.702.387 pessoas de 18 a 59 anos.

Em relação às segundas doses, já foram beneficiados 252.452 trabalhadores de saúde; 25.974 povos indígenas aldeados; 35.773 em comunidades quilombolas; 5.943 idosos institucionalizados; 527.958 idosos de 60 a 69 anos; 516.031 idosos de 70 anos e mais; 1.191 pessoas com deficiência institucionalizadas; 91.848 pessoas com comorbidades; 3.739 pessoas com deficiência permanente; 2.449 gestantes e puérperas; 30.218 trabalhadores de serviços essenciais; 109 pessoas em situação de rua; 28.250 pessoas privadas de liberdade; 44.446 pessoas de 18 a 59 anos.

Em relação à dose única, foram beneficiadas 2.103 idosos de 60 a 69 anos; 501 idosos de 70 anos e mais; 2.502 pessoas com comorbidades; 373 pessoas com deficiência permanente; 12.197 trabalhadores de serviços essenciais; 949 pessoas em situação de rua, além de 148.398 pessoas de 18 a 59 anos.

Desde o início da campanha, em 18 de janeiro, já são 7.280.600 doses disponibilizadas aos pernambucanos, sendo 3.556.670 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 2.577.360 da Coronavac/Butantan, 978.120 da Pfizer/BioNTech e 168.450 da Janssen.

Boletim epidemiológico

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (3), 772 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 71 (9%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 701 (89%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 592.724 casos confirmados da doença, sendo 52.240 graves e 540.484 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 519.804 pacientes recuperados da doença. Destes, 30.658 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 489.146 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 35 novos óbitos (19 femininos e 16 masculinos), ocorridos entre os dias 31/08/2020 e 02/08/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Arcoverde (1), Bonito (1), Caruaru (2), Ferreiros (1), Garanhuns (2), Jaboatão dos Guararapes (2), Lagoa dos Gatos (1), Limoeiro (1), Olinda (1) e Recife (23). Com isso, o Estado totaliza 18.857 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 26 e 89 anos, além de uma criança de dois meses. As faixas etárias são: 0 a 9 (1), 20 a 29 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (1), 50 a 59 (10), 60 a 69 (8), 70 a 79 (8), 80 ou mais (4). Do total, 28 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (16), hipertensão (15), diabetes (14), obesidade (8), doença respiratória (5), doença renal (4), câncer (3), doença neurológica (2), Alzheimer (1), doença hepática (1), tabagismo (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um não tinha comorbidade e os demais seguem em investigação. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
Grupo Diario de Pernambuco