Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Procon Recife apresenta resultados de ação para fiscalizar possíveis infrações em postos de gasolina

Publicado em: 08/07/2021 13:55

 (Daniel Tavares/Procon Recife)
Daniel Tavares/Procon Recife
O Procon Recife apresentou, nesta quinta-feira (8), os resultados da Operação Petróleo Real, de fiscalização e combate a fraudes nos postos de gasolina. A ação ocorreu durante a manhã em vários postos de combustíveis da capital pernambucana. A operação é inédita e coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) e da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

O secretário Executivo de Defesa do Consumidor do Recife, Pablo Bismack, acompanhou a operação conjunta de fiscalização que envolveu várias frentes: foco na qualidade do combustível, política de preços e informações básicas que são direito do consumidor.

 "O Procon Recife fez duas autuações porque o posto estava vendendo produtos como óleos e lubrificantes sem o preço estampado para o consumidor e também porque os valores dos combustíveis à vista e a prazo não estavam visivelmente expostos", explica Bismack, acrescentando que o posto foi notificado e tem um prazo de dez dias para recorrer e só será multado caso insista nas penalidades.

Em um posto localizado na Avenida Beberibe, no bairro do Porto da Madeira, a equipe do órgão municipal de Defesa do Consumidor conferiu se os preços dos combustíveis estavam visíveis e se os produtos comercializados no local estavam dentro do prazo de validade. Também foi observada a forma de pagamento, já que os valores para pagamentos à vista ou no cartão devem ser visíveis para o consumidor.

A operação também aconteceu em todos os estados da federação.  As vistorias previam verificar a qualidade do combustível, a validade dos produtos, a aferição das bombas de abastecimento, a transparência da composição dos preços ao consumidor e outras infrações administrativas e criminais.

Na ação realizada no Recife, além do Procon Recife participaram também diversos órgãos como o Procon Pernambuco, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), Instituto de Pesos e Medidas (IPEM), Receita Federal (RF), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Corpo de Bombeiro Militar (CBM).

A Petróleo Real segue o decreto nº 10.634 de 22 de fevereiro de 2021, que dispõe sobre o direito de os consumidores receberem informações corretas, claras, precisas, ostensivas e legíveis sobre os preços dos combustíveis em território nacional.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
EUA planejam abrir fronteiras para vacinados
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Doriel Barros (PT), Fernando Murta e Elmo Santos
Homem com granada mobiliza polícia de Kiev
Manhã na Clube: entrevistas com Eduardo Leite (PSDB),  Sérgio Montenegro e Joaquim Francisco
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco