Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

TRANSPORTE PÚBLICO

Passageiros do metrô relatam atrasos nas viagens e estações cheias em Jaboatão

Publicado em: 21/07/2021 10:07 | Atualizado em: 21/07/2021 10:59

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

Aglomeração, demora e vagões lotados. Essa é a realidade dos usuários do Metrô do Recife. Por volta das 6h40 da manhã desta quarta-feira (21), a Estação Jaboatão, no Centro, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana, teve a plataforma lotada após um atraso na circulação dos trens pela falta de uma composição no carrossel. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o problema foi regularizado às 7h20, quando mais um metrô foi inserido na Linha Centro. O cenário imposto pelo sistema do metrô, no entanto, se mostra contrário a todas as recomendações do Governo de Pernambuco, frente ao controle da pandemia da Covid-19, para evitar aglomerações e manter o distanciamento social de 1,5 m entre cada pessoa.

"Todos os dias enfrento tumulto e aglomeração na Estação de Jaboatão e a cada estação entram mais dezenas de passageiros. Tem dias que não dá pra mover nem o pé. Por sorte, quando eu cheguei já estava vindo um metrô. O único ponto positivo de hoje foi que a viagem fluiu sem nenhuma interrupção", relata a auxiliar-administrativa, Livia Thaynah, 27 anos, que reside em Vila Rica, bairro de Jaboatão, e trabalha na Maternidade Professor Bandeira Filho, no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife. A moça conta que já faz o mesmo trajeto há mais de oito anos, e que neste horário a situação de superlotação e atrasos dos veículos é sempre a mesma.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), os trens circulam com intervalos de 8 minutos e meio. Se o usuário estiver em um dos ramais (Jaboatão ou Camaragibe) esse intervalo é o dobro. Atualmente o Metrô do Recife transporta em torno de 150 mil pessoas por dia, número considerado pela CBTU metade do quantitativa antes da pandemia.

O Diario questionou a CBTU, sobre a existência de algum projeto para organização dos usuários, frente a pandemia da Covid-19. Em resposta, a companhia informou que: “Pela estrutura das plataformas, não há como organizar filas. Inclusive, não se vê organização de em filas em nenhum metrô do mundo”.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco