Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

VACINA

Fernando de Noronha antecipa 2ª dose de vacinas da Astrazeneca

Publicado em: 07/07/2021 15:32

 (Foto: AFP/JOEL SAGET)
Foto: AFP/JOEL SAGET
Após o Governo de Pernambuco autorizar a redução no intervalo de aplicação entre as duas doses da vacina contra a Covid-19 da Astrazeneca/Oxford, a administração da Ilha de Fernando de Noronha anunciou que passará a administrar as doses em um período de 60 dias. No arquipélago, 20% da população já tomou as duas doses da vacina e, com a antecipação, a expectativa é que 100% da população esteja completamente imunizada até agosto. 

“Com a decisão tomada na segunda-feira pelo Comitê Estadual de Saúde, e homologada pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), foi diminuído o intervalo de tempo da aplicação da segunda dose da AstraZeneca, autorizando a fazer a partir de sessenta dias. Então, quem tomou a primeira dose da AstraZeneca nesse período em diante, já pode ir no Posto de Saúde da Família para receber a segunda dose”, destaca Fernando Magalhães, superintendente de Saúde. 

Um mutirão de vacinação iniciado em junho, quando começou a vacinação em massa na ilha, fez com que as as segundas doses fossem programadas para para setembro. Agora, a nova etapa da vacinação em massa será em agosto. 

“Nós vamos fazer igual à primeira fase. A semana toda, na quadra da Escola Arquipélago, vacinando esse grupo. A ideia é que nós cheguemos no final do mês de agosto com mais de 99% da nossa população imunizada em duas doses. É importante lembrar que a imunização efetiva se dá 28 dias após a segunda dose, então é necessário seguir o protocolo de uso de máscaras, higienização e distanciamento social”, diz Fernando Magalhães. 

Atualmente, menos de 1% da pessoas ainda não foram vacinadas na ilha porque tiveram Covid-19 e estão esperando o tempo correto para se vacinar, ou estão fora do arquipélago e, ao retornar, receberão o imunizante. 

“Com mais gente imunizada, a taxa de transmissão (ou exposição) viral é diminuída consideravelmente. Isso vai dar mais segurança ao morador, mas também ao turista que entra na ilha todos os dias. Então, dessa forma, poderemos pensar em novas estratégias”, destaca Fernando. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bolsonaro investigado: Não aceitarei intimidação
Manhã na Clube: entrevistas com prefeito João Neto (PL), dra Tamires Sales e advogado Rômulo Saraiva
Manhã na Clube: entrevistas com Chico Kiko, Diego Pascaretta e Rômulo Saraiva
Domitila, artivista e recifense que está entre as selecionadas do Miss Alemanha 2021
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco