Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

EDUCAÇÃO

Ensino Presencial: Como as escolas municipais se preparam para retomar as atividades?

Publicado em: 19/07/2021 15:15 | Atualizado em: 19/07/2021 15:15

 (Foto: Pixabay)
Foto: Pixabay
Desde a retomada das aulas presenciais foi autorizada, no dia 5 de abril, pelo Governo do Estado de Pernambuco, nas escolas da rede estaduais de ensino e também em instituições privadas de ensino, cresce a expectativa de estudantes de escolas municipais de diversas cidades pernambucanas para voltar às salas de aula. 

Diante dos acontecimentos, é necessário um planejamento por parte dos municípios em todas as regiões do estado para permitir o retorno das aulas com segurança nas escolas municipais ainda em 2021. 

Recife
 (Foto: Paulo Melo/PCR
)
Foto: Paulo Melo/PCR
 

A rede municipal de ensino da capital do estado, que tem 320 unidades (creches e escolas) e 93 mil estudantes, retomará as aulas em etapas a partir de 22 de julho, inicialmente com alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental (anos finais), seguidos pelas turmas de 4º e 5º ano (anos iniciais), 6º e 7º (anos finais) no dia 27 do mesmo mês. Os estudantes do 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental, turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e alunos da Educação Infantil (pré-escola) retornarão às atividades presenciais no dia 3 de agosto. 

A oferta de aulas será em regime híbrido, com atividades presenciais e não presenciais, por meio do programa EducaRecife, que criou uma unidade escolar com quatro estúdios e 45 professores para elaboração de para aulas digitais e lives em todas as modalidades de ensino, transmitidas por internet e TV aberta com dois professores por aula, além de comportar as equipes de coordenação e gestão. 

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Educação, alunos e professores também terão acesso gratuito à ferramenta Google Classroom e à internet. Além disso, a Prefeitura do Recife informa que “a aquisição de mais de 42 mil tablets que serão entregues a estudantes do Ensino Fundamental (4º ao 9º ano) e da Educação Especial (estudantes com deficiência e transtorno do espectro autista)”. A distribuição dos aparelhos entre ambos os grupos de estudantes e o prazo para a entrega, no entanto, não foi especificado pela Secretaria de Educação. 

No que diz respeito aos protocolos de prevenção à contaminação, a secretaria informa que elaborou um protocolo sanitário para atividades de educação em funcionamento durante a pandemia da Covid-19, produzido com base no Protocolo do Governo do Estado e em parceria com a Secretaria de Saúde. Entre as normas previstas, estão uso obrigatório de máscaras; aferição de temperatura na entrada das escolas; distanciamento de 1,5m em todos os ambientes, a suspensão de eventos presenciais, atividades esportivas coletivas e do uso de parques infantis; horários diferentes para entrada, saída e alimentação, além de promoção da higienização das mãos. 

A secretaria de Educação também afirma que, para adequar o espaço das escolas e creches aos novos protocolos, “oram adquiridos itens como máscaras, face shields, termômetros, totens e dispensers de álcool em gel, tapetes sanitizantes e pulverizadores. Além disso, houve instalação de novas pias e obras para “fortalecer o acesso à água, inclusive com ampliação da capacidade de armazenagem em várias unidades”.

Questionada sobre a imunização dos professores, demanda importante para a categoria dos profissionais da educação e, de forma geral, para a saúde coletiva, a Prefeitura do Recife afirmou que “a vacinação não foi colocada como condição para a retomada de aulas presenciais em nenhum país do mundo e nem pelas principais entidades do mundo, tais como ONU e UNICEF”. 

Ainda sobre o tema, afirmam que “a Prefeitura do Recife sempre entendeu que a vacinação dos trabalhadores da educação deveria ser priorizada e foi uma das primeiras capitais do país a iniciar a vacinação desse grupo, ainda no final do abril. Os trabalhadores em Educação da rede municipal foram incluídos na Fase 1 no grupo prioritário do Plano Recife Vacina desde o dia 29 de abril e iniciaram o processo de imunização. Até o dia 12 de julho, 46.140 trabalhadores desse grupo já haviam sido imunizados pelo menos com a primeira dose. Como forma de acelerar o processo de vacinação contra a covid-19, a Prefeitura do Recife também decidiu antecipar o prazo de aplicação da segunda dose do imunizante da Astrazeneca/Fiocruz. Com isso, esses profissionais que já tiverem tomado a primeira dose dessa vacina há, pelo menos, 60 dias terão a possibilidade de completar o seu esquema vacinal em um período mais curto. A decisão foi tomada após reunião da Comissão Intergestores Bipartite Estadual de Pernambuco (CIB/PE)”.

Jaboatão dos Guararapes
 (Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaboatão)
Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaboatão
 

A rede de ensino do município conta com 146 escolas e cerca de 65 mil estudantes em sua rede municipal, com previsão de retomar as aulas até o próximo dia 4 de outubro, no sistema híbrido, que envolve aulas presenciais; a TV Escola, transmitida via TV Nova Nordeste e pelo YouTube; além da distribuição de cadernos de atividades. 

Segundo a Secretaria Municipal de Educação do município, houve instalação de pias e manutenção de toda a parte hidráulica das unidades de ensino, que devem funcionar com as janelas abertas e rodízio (25% de presença) para garantir o distanciamento dos estudantes. A merenda será realizada na própria sala de aula.

Há outras regras definidas, como o afastamento social de um metro e meio, uso do álcool em gel e lavagem das mãos com água e sabão, uso da máscara (todos) e protetor facial (para os profissionais), EPI’s para profissionais de limpeza, aferição de temperatura na entrada e saída das unidades de ensino e no transporte escolar e desinfecção dos calçados e mochilas no momento da entrada. 

No que diz respeito à imunização, professores e profissionais de educação receberam a primeira dose de vacinas e segundo a secretaria de educação “nossa expectativa é que todos estejam vacinados até o prazo previsto para a retomada das aulas presenciais”. 

Petrolina
 (Foto: Ascom PMP / Divulgação)
Foto: Ascom PMP / Divulgação
Em Petrolina, que conta com 214 unidades de ensino e 55.313 alunos, a expectativa é que as aulas presenciais sejam gradualmente retomadas a partir do dia 2 de agosto, em caráter opcional e híbrido, com adoção de rodízio dos alunos, mantendo somente 50% dos alunos por vez na sala de aula, para garantir o distanciamento de 1 metro em salas ventiladas e de 2 metros nas que não têm ventilação. 
 
Inicialmente, retornam as escolas de tempo integral. Pouco depois, no dia 9 de agosto, retornam as turmas do 6º, 7º, 8º e 9º ano. Em 16 de agosto, os alunos do 4º, 5º ano e EJA voltam às salas de aula. No dia 23 de agosto, será a vez das turmas de 1º,  2º e 3º ano e, no dia 30 de agosto, alunos de 4 e 5 anos, da educação infantil. Apenas em setembro, no dia 6, alunos de 0 a 3 anos poderão retornar. 

A estrutura das escolas foi reforçada com dispensers de álcool e sabonetes, pias e torneiras automáticas. Cada estudante receberá duas máscaras e uma garrafa d’água para uso individual. Ao chegar à escola, todos terão as mãos e calçados higienizados, além de passar por aferição de temperatura, realizada por funcionários.

Até o momento, cerca de 74,4% dos servidores da educação já foram vacinados com pelo menos a primeira dose e, de acordo com a secretaria de Educação, Cultura e Esportes, mais de R$ 4 milhões foram investidos para a compra de equipamentos de segurança e obras nas escolas, destinadas a preparar o espaço para o funcionamento presencial durante a pandemia.  

Olinda 
 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

A Rede Municipal de Ensino de Olinda possui 72 escolas com 25.903 estudantes matriculados, entre turmas de Educação Infantil, Ensino fundamental Anos iniciais e Finais e Educação de Jovens e adultos, que devem iniciar a retomada do ensino presencial a partir do dia 4 de outubro em regime de ensino híbrido. 

A oferta das aulas, segundo informações da prefeitura, contará com atividades de ensino remoto através do Projeto Dados Patrocinados - Aplicativo Educaolinda, a plataforma digital DTEOLINDA; de salas no Google Classroom; grupos no Whatsapp; de materiais impressos elaborados pelos programas Olinda Patrimônio que Educa/Educar pra Valer- Fundação Lemann e Criança Alfabetizada – Governo de Pernambuco; e com o aplicativo Luz do Saber. 

De acordo com a Secretaria de Educação, serão adotadas medidas de segurança sanitária como “garantia do distanciamento social; garantia de prevenção e de proteção sanitária aos estudantes e aos profissionais da educação e à comunidade escolar; manutenção da limpeza e da desinfecção das unidades de ensino; garantia do protocolo de higienização na entrega da alimentação escolar; reorganização dos demais espaços escolares (biblioteca, laboratórios, área de esporte, áreas de trabalho administrativo)”. 

Não foram fornecidos maiores detalhes acerca de quantos metros de distanciamento serão adotados. Garrafas, squeezes, protetores faciais (apenas para professores), máscaras (para professores, servidores e alunos), borrifadores de álcool, materiais de limpeza, termômetros e outros equipamentos foram adquiridos para auxiliar na adequação das escolas ao funcionamento durante a pandemia.  

No que se refere a obras de readequação, houve “instalação de pias, reparo nas instalações hidráulicas e elétricas, instalação de dispensador de álcool, comunicação visual informativa quanto aos protocolos de segurança, cards informativos e demais itens necessários, considerando a realidade de cada unidade de ensino”.

Até o momento, todos os trabalhadores da educação de Olinda já receberam a 1ª dose da vacina e até o retorno das aulas presencias todos estarão com sua imunização completa, de acordo com a Secretaria de Educação. 
 
Entramos em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação (Seduc) de Caruaru em busca de detalhes acerca da retomada das aulas nas escolas da rede municipal da cidade, mas até o fechamento desta reportagem, não obtivemos resposta. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco