Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Saúde

Prefeitura de Jaboatão e Hemope firmam parceria para doação de sangue

Publicado em: 09/06/2021 14:46

 (Foto: Leandro de Santana/PJG)
Foto: Leandro de Santana/PJG
Uma parceria entre a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) e a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes foi firmada com o objetivo de incentivar a doação de sangue por parte dos servidores municipais. O motivo é a baixa no estoque do banco de sangue, que está 30% mais baixo que no mesmo período do ano passado.

“Sangue salva vidas. E é por isso que é tão importante ampliarmos essas parcerias. Essa é a segunda vez que somos acolhidos pela Prefeitura do Jaboatão e aproveito esse momento para reforçar o apelo à população para que compareça e faça a doação”, afirmou Gessyanne Vale Paulino, diretora-presidente do Hemope.

Por sua vez, o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), afirmou que a prefeitura está ciente da baixa no estoque do hemocentro e da importância de estimular a doação. “Nós sabemos da dificuldade do estoque de sangue do Hemope e foi por isso que montamos essa estrutura no complexo administrativo da prefeitura. Convocamos os funcionários para participar e fiz questão de dar o exemplo, de estar junto, para que possamos alertar sobre a queda no volume de doações que estão ocorrendo devido à pandemia da Covid-19. Jaboatão faz questão de participar de ato nobre, desse belo gesto que é a doação de sangue. Vamos sempre estar de portas abertas para somar forças e salvar vidas", disse ele.
Confira a seguir informações do Ministério da Saúde sobre a doação de sangue: 

Requisitos para doar

Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue.

Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas.

Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.
 
Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos.

A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulher.

O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Quais são os impedimentos temporários para doar sangue?

Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;

Período gestacional;

Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana;

Amamentação: até 12 meses após o parto;

Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;

Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação);

Extração dentária: 72 horas;

Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;

Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;

Transfusão de sangue: 1 ano;

Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;

Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;

Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

Quais são os impedimentos definitivos para doar sangue?

Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;

Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue:  

Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de 

Chagas;

Uso de drogas ilícitas injetáveis;

Malária
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
ONU pede medidas para frear abusos sexuais nas instituições católicas
Manhã na Clube: entrevistas com Frederico França, Johann Wolfgang Schneider e Marcelle Penha
Diabetes: saiba como evitar e controlar antes que seja tarde
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco