Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

MEIO AMBIENTE

Paulista abrirá Ecopontos para descarte consciente do lixo

Publicado em: 03/06/2021 10:13

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

A prefeitura de Paulista construirá seis Ecopontos para descarte responsável do lixo produzido na cidade. Os espaços serão abertos ao público de segunda a sábado, das 6h às 20h. De acordo com a gestão municipal, o primeiro Ecoponto será instalado no bairro de Maranguape I, no Centro Administrativo da Prefeitura, e tem previsão para inauguração no mês de julho. As construções fazem parte de uma parceria da prefeitura da cidade com a I9 Paulista, empresa responsável pela gestão dos resíduos gerados do município. De acordo com a definição territorial da prefeitura, os pontos serão instalados em Maranguape I e II, Jardim Paulista, Centro, Paratibe e Janga. 

Ainda segundo a prefeitura, os locais contam com os Pontos de Entrega Voluntária de Recicláveis (PEVs), além de receberem restos de poda, móveis, sofás, e até 1m³ de entulho. A gestão municipal também informou que, na área de entrega dos materiais recicláveis, foi projetado um esquema drive-thru onde acontecerá o descarte dos resíduos de acordo com sua classificação sem precisar descer do veículo. 

No caso dos resíduos da construção civil, a prefeitura de Paulista informou que uma área específica para descarte foi criada e contará com um caminhão poliguindaste para recolher o material e encaminhar ao aterro de inertes. 

Também haverá, segundo a prefeitura de Paulista, um espaço, localizado na fachada do ecoponto, com doação de mudas para os cidadãos. Os interessados podem retirar a planta e levá-la para casa sem precisar entrar no Ecoponto.
 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

“Vários programas voltados para a questão dos resíduos sólidos serão desenvolvidos, com o fim de adquirir o engajamento da população na separação prévia dos materiais recicláveis para serem encaminhados para a reciclagem, possibilitando uma comunidade mais do que a beneficiária passiva dos serviços públicos, mas atuante, defensora e propositora dos serviços que deseja em sua localidade, por meio de canais de comunicação entre a sociedade civil e o poder público”,  afirmou Carolina Buarque, engenheira ambiental da Locar Gestão de Resíduos.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Advogado de enfermeira afirma que Maradona foi morto
Manhã na Clube: entrevistas com Décio Padilha, Adriana Barros e Roseana Diniz
Para evitar contaminação por Covid, robôs oferecem água benta em Meca
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco