Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

MPPE investiga atuação da Polícia Militar durante manifestação realizada no Recife

Publicado em: 31/05/2021 15:20 | Atualizado em: 31/05/2021 16:42

 (Fotos: Arnaldo Sete / Esp. DP Foto.)
Fotos: Arnaldo Sete / Esp. DP Foto.
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) insturou inquérito irá investigar a atuação da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) ao dispersar um protesto, que ocorria de maneira pacífica, contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e em favor de vacinas contra Covid-19, ocorrida no último sábado (29), no Centro do Recife. De acordo com MPPE, a atuação ocorrerá por meio das Promotorias com atuação na Capital. “Diante dos fatos ocorridos e divulgados em redes sociais, o MPPE, através das Promotorias de Justiça da capital, adotará as providências cabíveis para apurar os fatos ocorridos e adotará as devidas medidas na esfera de suas atribuições, contando com todo apoio da Procuradoria Geral de Justiça”.

O Ministério Público ressaltou que repugna qualquer ato de violência contra manifestações democráticas e não admite qualquer atitude arbitrária dos agentes públicos responsáveis pela garantia da segurança do povo pernambucano. E ainda esclareceu que está à disposição dos cidadãos para receber informações sobre quaisquer abusos ou excessos, os quais poderão ser detalhados através da Ouvidoria, sem prejuízo da comunicação dos fatos às demais instituições.

A 7ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos da Capital instaurou vai apurar possíveis violações de direitos humanos  "materializadas em atuação ilegal e arbitrária cometidas pela Polícia Militar de Pernambuco/PMPE, por meio de policiais militares lotados nas distintas unidades empregadas no ato público intitulado Fora Bolsonaro", realizado no sábado, 29 de maio de 2021, no Centro do Recife.

Na portaria que instaura o IC, foi ressaltado que no contexto de enfrentamento à pandemia da Covid-19, o dever de preservação da ordem pública imposto à PMPE, notadamente no exercício da fiscalização do cumprimento de eventuais medidas sanitárias restritivas, impostas pelo Governo do Estado, não elimina a necessidade de observância dos direitos das pessoas, entre outros, à vida, à liberdade, à integridade física e psicológica, à liberdade de expressão e de reunião pacífica em locais abertos ao público.
 
O Centro de Apoio Operacional de Defesa Social e Controle Externo da Atividade Policial do MPPE vai acompanhar os desdobramentos das ações investigatórias instauradas e as providências adotadas pelo Governo de Pernambuco e dar os devidos encaminhamentos, está aberto para recepcionar a sociedade civil organizada, como também há os canais da Ouvidoria disponíveis para registro das manifestações dos cidadãos e cidadãs no MPPE de fatos, informações e materiais: Disque MP - 127 (das 7 às 16h), WhatsApp: (81) 99679 0221, Formulário na internet: https://ouvidoria.mppe.mp.br/#/formulario, Site (assistente virtual Audivia) : www.mppe.mp.br, facebook: ouvidoriamppe (somente in box). 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Advogado de enfermeira afirma que Maradona foi morto
Manhã na Clube: entrevistas com Décio Padilha, Adriana Barros e Roseana Diniz
Para evitar contaminação por Covid, robôs oferecem água benta em Meca
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco