Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Segunda edição

Em edição remota, Conferência Brasileira de Mudança do Clima começa nesta quinta

Publicado em: 04/11/2020 20:29 | Atualizado em: 04/11/2020 20:47

 (Foto: Marlon Diego/ Arquivo DP)
Foto: Marlon Diego/ Arquivo DP

Nos dias 5 e 12 de novembro, acontece, de forma virtual e gratuita, a segunda edição da Conferência Brasileira de Mudança do Clima (CBMC), com transmissão ao vivo pela internet. A programação vai contar com palestrantes nacionais e internacionais, e contempla painéis que abordam temas como ação climática subnacional, democracia ambiental, justiça climática e a questão dos oceanos, entre outros.


A CBMC é uma iniciativa coletiva que conta com 20 correalizadores: Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Artigo 19, Centro Brasil no Clima (CBC), Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pernambuco, Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), Fundação Amazonas Sustentável (FAS), FGV/EAESP, Centro de Estudos em Sustentabilidade, Fundacion Avina, Hivos, ICLEI, Governos Locais pela Sustentabilidade, Instituto Clima e Sociedade (iCS), Instituto Ethos, Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM Amazônia), Observatório do Clima, Prefeitura do Recife, Projeto Saúde & Alegria, Rede Brasil do Pacto Global, Rede de Cooperação Amazônica (RCA), Reos Partners e WWF Brasil.

O objetivo da conferência é reunir diferentes atores sociais, como organizações não governamentais, movimentos sociais, povos tradicionais, governos, comunidade científica e os setores público e privado na promoção de diálogos para a formulação e monitoramento de compromissos que influenciam o clima. O encontro é apartidário, de organização coletiva e tem como base a Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) Brasileira, o Acordo de Paris e a Agenda 2030.

Para o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, José Bertotti, o evento é uma importante vitrine para o Brasil mostrar que está firme em busca de melhorias. “Pernambuco entende que os governos subnacionais (estados e municípios) têm um papel fundamental na consolidação de políticas para o controle das emissões de gases do efeito estufa, assim como na realização de atividades visando à adaptação aos efeitos do aquecimento global. Neste sentido, temos atuado frequentemente em conjunto com outros estados e, mais uma vez, somos um dos correalizadores da CBMC”, destaca.

Edição 2020

Esta é a segunda edição da conferência. A primeira foi realizada em novembro de 2019, no Recife, e contou com a participação de diferentes públicos e palestrantes, nacionais e internacionais, que durante três dias, refletiram sobre a atual situação mundial, lançaram e apresentaram importantes documentos e assinaram acordos relacionados à temática do clima.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o evento deste ano será transmitido ao vivo pelo canal do Ethos no Youtube, com início às 9h. Para conferir a programação completa da CBMC está disponível no site www.climabrasil.org.br.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Resumo da semana: repercussão das eleições, gastos parlamentares e receio de novo lockdown
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 04/12
Entrevista com o governador Paulo Câmara
Um milhão de doses da CoronaVac chegam em São Paulo
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco