Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Recife

Em campanha por vítimas da chuva, Clube das Pás experimenta reabertura gradativa

Publicado em: 05/11/2020 17:51 | Atualizado em: 05/11/2020 18:05

 (Foto: Sandy James/ Esp. DP)
Foto: Sandy James/ Esp. DP
Quem passava pela frente do Clube Carnavalesco Misto das Pás, no bairro de Campo Grande, Zona Norte do Recife, nesta quinta-feira (5) pode ver os itens doados na campanha de arrecadação em favor das vítimas das fortes chuvas que atingiram recentemente municípios pernambucanos. E será assim nos próximos dias.

A campanha, que teve início na última quarta (4), pretende arrecadar itens como alimentos não-perecíveis, material de higiene, água, roupas, agasalhos, móveis, colchões, travesseiros, lençóis, toalhas, livros, brinquedos e utensílios domésticos. Os donativos arrecadados são destinados às vítimas do município de Sanharó, Agreste pernambucano, em estado de emergência desde a última terça (3), depois de registrar 288 milímetros de chuva em apenas 24 horas. Já no primeiro dia de arrecadações, o toldo montado em frente ao clube mostrava a força da solidariedade de quem se propôs a ajudar.

A administradora do Clube das Pás, Rosângela Alves, explica que a campanha surgiu do desejo de ajudar quem precisa. “Estamos vendo que os nossos irmãos perderam tudo”, afirma. Para isso, foram montadas equipes em regime de plantão, a postos 24h por dia, para receber os itens doados. A cada dois dias, estão previstas viagens a Sanharó, a 169 km do Recife, para a entrega das doações.

Quem quiser ajudar, pode deixar os donativos no Clube das Pás, que fica na Rua Odorico Mendes, 263, bairro de Campo Grande. Para itens de transporte mais difícil, como móveis, por exemplo, o clube disponibiliza um automóvel para a retirada a domicílio, basta combinar com antecedência pelos telefones (81) 3242.7522 ou (81) 98995-3880.

Aberto, mas sem dança

Além dos donativos, outro detalhe chamava a atenção: a música que saía da área interna do clube. Por lá, a Orquestra das Pás, grupo residente que se apresenta para os frequentadores, ensaiava as músicas que costumam animar as noites no local. Contudo, o funcionamento, retomado no último dia 26 de setembro, vem sendo feito aos poucos. Antes disso, o clube ficou fechado desde o dia 19 de março.

Nos momentos mais críticos da pandemia, somente a portaria e a segurança mantiveram as atividades, o que gerou tristeza e preocupação entre os funcionários. “Tudo isso foi uma coisa vivenciada que nos deixou fortalecidos, mas, ao mesmo tempo, tristes, por olhar o salão e não ver os nossos dançarinos, por olhar o palco e não ver a nossa orquestra”, conta Rosângela. No entanto, a retomada gradual das atividades tem dado um novo ânimo ao ambiente.

Por enquanto, somente associados e integrantes da diretoria têm permissão para entrar. A restrição ocorre, sobretudo, pelo fato de o clube ter um público com idade mais avançada, majoritariamente pessoas acima dos 40 anos. “A gente resolveu iniciar aos poucos, porque não queremos que a pandemia volte”, ressalta a administradora.

Só o bar, com mesas distantes umas das outras, e a música ao vivo estão em funcionamento. A pista de dança - tão característica do clube - ainda está interditada, para evitar aglomerações. Além disso, já na entrada, os frequentadores recebem um kit com máscara descartável, sacos plásticos e álcool 70%. Segundo Rosângela, tudo isso “é para eles terem um lazer, saírem de casa e se sentirem seguros”.

O público em geral vai ter que esperar mais um pouco para voltar a frequentar o Clube das Pás. Segundo a administradora, a previsão é de que a bilheteria reabra a partir de dezembro, com reserva de mesas. Tudo vai depender da situação da pandemia até lá. “A gente está aguardando os protocolos do governo”, finaliza.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/12
Moderna espera entregar sua vacina antes do Natal
OMS alerta para situação do Brasil e México na pandemia
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 30/11
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco