Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Transporte Público

Com alto tempo de espera dos ônibus, Urbana-PE considera oferecer tarifa diferenciada

Publicado em: 05/11/2020 16:14 | Atualizado em: 05/11/2020 16:23

Passageiros aguardam ônibus em parada ((Leandro de Santana / Esp. DP))
Passageiros aguardam ônibus em parada ((Leandro de Santana / Esp. DP))
Pesquisa indica que tempo de espera dos ônibus é a principal dificuldade dos passageiros do transporte coletivo na Região Metropolitana do Recife. O levantamento realizado pela Urbana-PE, em parceria com o aplicativo de informações de transporte público Cittamobi, aponta que 45,8% dos usuários mudariam seus horários para usar o serviço nos momentos fora pico, ou seja, de menor lotação.

A Urbana-PE, que é o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco, considera oferecer valores reduzidos de tarifas, para incentivar o uso dos coletivos em horários de pouco movimento. “Precisamos agora buscar a inovação também no planejamento da operação e flexibilizar o serviço de transporte por ônibus com o objetivo de melhorar a experiência dos nossos clientes”, explica o Diretor de Inovação da Urbana-PE Marcelo Bandeira.

Segundo o levantamento, 42,8% dos passageiros alterariam seus horários de deslocamento se as tarifas fossem reduzidas. O diretor de inovação da Urbana-PE considera que o uso de aplicativos para planejamento das viagens reduziria o tempo de espera. “Houve grande evolução nos meios de pagamentos, tornando a compra de passagens e o embarque cada vez mais seguros e rápidos, e também na oferta de informação aos passageiros, sobretudo através de aplicativos que facilitam o planejamento das viagens e reduzem o tempo de espera nas paradas”, acrescenta Marcelo.

A pesquisa evidencia que 76,5% dos usuários do aplicativo usam o transporte público de 5h as 9h da manhã e das 16h da tarde às 20h da noite, os chamados horários de pico, e que 82% dos passageiros recorrem aos coletivos devido a compromissos para trabalho ou educação. Para o sindicato, a flexibilização do serviço é uma possibilidade a ser estudada para o sistema de transporte público da Região Metropolitana de Recife. “A Urbana-PE destaca ainda que o escalonamento dos horários das atividades pode ajudar consideravelmente na redução dos congestionamentos da cidade, beneficiando a população e reduzindo os tempos de deslocamento”. O levantamento da Cittamobi, realizado entre 30 de setembro a 02 outubro deste ano, contou com a participação de 978 usuários, que responderam um questionário múltipla escolha por meio do aplicativo em celulares e dispositivos móveis. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Vacina russa afirma ter 95% de eficiência
ONU condena racismo estrutural no Brasil
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/11
De 1 a 5: a artista Isabela Cribari fala de suas obras na exposição Antropocenas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco