Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Fiscalização no trânsito

Operação registra aumento de 61% nas autuações por embriaguez ao volante

Publicado em: 30/10/2020 17:36

Com a retomada das ações de fiscalização no trânsito, a Operação Lei Seca registrou 1,5 mil autuações pelo consumo de bebida alcoólica associada à direção. Foram mais de 40 mil veículos abordados pelas ações, entre os meses de julho a setembro. Os dados indicam um aumento de mais de 60%, se comparados ao mesmo período do ano passado.

“Desde julho, com a reabertura gradual dos estabelecimentos, voltamos às ruas com todas as equipes e novos protocolos para garantir a segurança dos condutores abordados. Por isso, voltamos a pedir à população que colabore, que seja consciente na direção e não ponha em risco sua vida e a vida alheia", disse o coordenador da Operação da Lei Seca em Pernambuco Felipe Gondim.

Em 2019, entre julho a setembro, foram registradas 984 infrações, sendo 177 constatações do uso de álcool, 34 crimes e 773 recusas ao bafômetro. Neste ano, foram 208 constatações, 25 crimes e 1.352 recusas, totalizando 1.585 autuações pelo consumo de bebida alcoólica, o que representa um aumento de 61%.

“Mesmo com uma redução de 37% no quantitativo de veículos abordados em relação a 2019, por conta dos quatro meses de pandemia, houve um aumento expressivo nas autuações envolvendo o consumo de bebida, especialmente a recusa ao teste”, pontua Felipe Gondim.

Segundo a operação, entre julho a setembro deste ano, houve aumento de 5% na remoção de veículos, com 813 carros guinchados, se comparado aos 773 registros do ano passado. Os últimos dados divulgados indicam que até o momento foram abordados 125.466 veículos, com total de 3.089 infrações por consumo de bebida alcoólica associada à direção, sendo 447 constatações, 63 crimes e 2.579 recusas ao teste.

Precauções na realização do Teste do Bafômetro

Com a retomada das fiscalizações no período de pandemia, os agentes de trânsito e policiais militares, passaram a utilizar máscaras e proteções na hora de realizarem o teste do bafômetro. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o etilômetro, aparelho que mede a concentração de álcool na corrente sanguínea, é mantido distante da face do operador, sendo necessária a higienização das mãos a cada novo uso. “Durante a realização das abordagens o fluxo de pessoas no interior da blitz também está sendo controlado para que não exceda a concentração de dez motoristas. Já os cones de sinalização delimitam o espaço em que cada pessoa deve aguardar nas áreas da blitz, garantindo 1,5 m de distância do outro”, informa a secretaria. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
OMS alerta para situação do Brasil e México na pandemia
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 30/11
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 01/12
De 1 a 5: Novembro Azul chega ao fim, mas prevenção do câncer de próstata precisa ser permanente
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco