Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Protocolo

Estudantes do 2° ano do ensino médio retornam às escolas particulares

Publicado em: 13/10/2020 12:37 | Atualizado em: 13/10/2020 13:07

Antes de entrar no colégio é necessário medir a temperatura. (Foto: Divulgação/Fernando Alves.)
Antes de entrar no colégio é necessário medir a temperatura. (Foto: Divulgação/Fernando Alves.)

Estudantes do segundo ano do ensino médio retornaram às escolas, nesta terça-feira (13), para aulas presenciais. O retorno foi liberado pela Justiça, após suspensão da liminar que impedia a retomada das aulas, resultado de uma ação civil pública movida pelo Sindicato dos Professores de Pernambuco (Sinpro). No entanto, as escolas públicas estaduais continuam fechadas e com as aulas suspensas.

No bairro da Jaqueira, na Zona Norte do Recife, o retorno às atividades presenciais no Colégio Núcleo teve 70% de adesão. Cada turma do terceiro ano foi dividida em 50% e os alunos intercalam aulas presenciais e virtuais semanalmente. O ensino híbrido é mantido e as aulas são transmitidas ao vivo para os estudantes que permaneceram em casa.

"Os alunos estavam vibrantes com o retorno. Uma parte dos estudantes decolou com os estudos virtuais, mas outra sente falta de um maior contato com os professores, de ter essa troca para tirar dúvidas. Então, o ensino híbrido permite que o aluno escolha o formato que se adapta melhor", comentou o diretor do Colégio Núcleo, Gilton Lyra.

Seguindo as recomendações de prevenção à Covid-19, o Núcleo instalou recipientes com álcool gel na entrada, tapetes sanitizantes, além de conferir a temperatura de alunos, funcionários e professores. "Nós estamos seguindo todas os protocolos previstos pela OMS e pelo governo estadual. Recomendamos que os alunos façam a troca de máscara após cada quatro aulas, também distribuímos em sala o acessório. Os professores também receberam material, como apagador e pilotos já higienizados e para uso pessoal", ressalta o diretor.

Na entrada, os estudantes limpam os pés nos tapetes sanitizantes e as mãos com álcool a 70%. (Foto: Divulgação/Fernando Alves.)
Na entrada, os estudantes limpam os pés nos tapetes sanitizantes e as mãos com álcool a 70%. (Foto: Divulgação/Fernando Alves.)

Faltando três meses para o Enem, o fera de medicina Felipe dos Reis, de 18 anos, preferiu participar das aulas do terceiro ano do ensino médio, no Núcleo, de forma presencial. "Eu me adaptei bem ao ensino online, mas preferi participar da aula no colégio para renovar o ânimo, sair da rotina de casa e manter um contato melhor com os professores para tirar dúvidas", conta.

Giovanna Melo, 17, comentou que passou a se sentir mais disposta ao voltar à rotina das aulas presenciais. "Em casa, nós estudamos em um ambiente de descanso, no quarto. Então, quis ir para o colégio para interagir com os colegas, professores porque nem sempre por vídeo a gente consegue ter um suporte maior. Com as mudanças que foram implementadas e o uso da máscara, eu me sinto segura em voltar", relata.

A previsão é que no dia 20 de outubro os estudantes que cursam o primeiro ano do ensino médio retornem às atividades presenciais nas instituições particulares. Já as aulas na rede pública do estado, devem voltar somente no dia 21 de outubro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #179 - Coração dos vertebrados
De 1 a 5 : Cuidados com a luz são essenciais na rotina do trabalho remoto
Candidatos têm características das mais distintas, mas estão longe de representar os grupos sociais
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco