Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Sertão

Uma pessoa morre e sete ficam feridas após ataque de enxame de abelhas em Petrolina

Publicado em: 15/09/2020 09:47 | Atualizado em: 15/09/2020 11:01

Vítimas foram socorridas para a UPA do município. (Foto: Reprodução/Google Street View.)
Vítimas foram socorridas para a UPA do município. (Foto: Reprodução/Google Street View.)
Um homem morreu e outras sete pessoas ficaram feridas após um ataque de abelhas, em Petrolina, no Sertão do estado, nessa segunda-feira (14). A vítima fatal, de 71 anos, teve o corpo coberto de esporões. O incidente aconteceu na rua Januário Alves, no Centro do município, próximo ao Cemitério Campo Da Paz. De acordo com a prefeitura, as abelhas são da espécie Apis mellifera, mais conhecida como Abelha-europeia.

O Copo de Bombeiros isolou a área. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para socorrer as vítimas. As pessoas em estado mais grave foram encaminhadas para a Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE) de Petrolina.

A ocorrência está sendo analisada por equipes dos Bombeiros, Polícia Militar e da Secretaria de Meio Ambiente de Petrolina, para investigar se alguém chegou a mexer no enxame, provocando a reação dos insetos. De acordo com a Lei Federal 9.605/98, do Ministério do Meio Ambiente, o extermínio de abelhas é um crime ambiental.

"Pela experiência dos dois anos do SOS abelhas, a gente acredita que alguém pode ter provocado as abelhas, causando esse transtorno", diz o diretor da Vigilância Sanitária de Petrolina, Marcelo Gama, que explica, ainda, que a região tem esse tipo de abelha, mas que casos deste tipo nunca ocorreram antes. "Essa situação nunca ocorreu. O SOS Abelhas recolhe centenas de enxames por ano, junto com apicultores, para preservação desde 2018. E, pela experiência que temos, alguém deve ter atiçado as abelhas, causando estresse nelas e causando os ataques", comenta.

Os moradores que passavam pela localidade gravaram o ataque das abelhas e postaram nas redes sociais. Os vídeos mostram pessoas deixando seus carros na pista e outras tentando espantar as abelhas. Assista:
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista a radiologista Mirela Ávila
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Carlos de Andrade Lima (PSL)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #164 Atrópodos: a importância da quitina
Pernambuco investe R$ 47,2 milhões na agricultura familiar
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco