Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PANDEMIA

Pernambuco realiza mais de 400 mil testes de coronavírus

Publicado em: 15/09/2020 22:41 | Atualizado em: 15/09/2020 22:54

Governo de Pernambuco/Divulgação
Pernambuco ultrapassou os 400 mil testes para detectar o novo coronavírus nesta terça-feira (15). A marca, de 403.807, representa um crescimento de 45,6% em relação aos números de um mês atrás, quando o estado tinha 277.390 nos três tipos de exames: o RT-PCR, considerado padrão-ouro por ser mais sensível e identificar a atividade viral em sua atividade mais aguda, o sorológica e os testes rápidos.

O crescimento dos testes RT-PCR registrou um crescimento em patamar semelhante observado ao patamar geral. No mesmo período, o padrão-ouro avançou 45,33%, somando 57.256 testes a mais em comparação aos 183.578 do dia 15 de agosto. A maioria deste tipo de exame foi realizada de Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen), com 92.768 análises realizadas, o que significa 50,53% do total.

Na última semana, ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo, houve a ampliação da testagem para pessoas que tiveram contato domiciliar com caos confirmados de Covid-19. O Lacen possui atualmente capacidade para processar três mil exames de RT-PCR por dia, um número superior à capacidade que o Brasil dispunha em fevereiro deste ano, de 2.700 testes.

“Quando adquiriu mais maquinários, Pernambuco saiu na frente, mais uma vez. Aumentamos a capacidade de testagem em quatro vezes, dando mais qualidade ao processo”, afirmou o governador Paulo Câmara. Levantamento publicado na Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde indica que Pernambuco ocupa a quarta posição entre os estados brasileiros no número de exames realizados.

No geral, os testes rápidos são maioria dos exames contabilizados até o momento em Pernambuco, segundo o boletim epidemiológico desta terça-feira. Dos 403.807 testes, 208.577 eram deste tipo, enquanto os de RT-PCR chegavam a 183.578. Os exames sorológicos tinham o menor dos números, com 11.652. A ordem era a mesma no início de setembro e em 15 de agosto, com os sorológicos em menor quantidade, seguidos do RT-PCR e os testes rápidos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: Cuidados na saúde ocular das crianças
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #159 - Lesmas, Minhocas e Planárias
Rhaldney Santos entrevista a ginecologista Altina Castelo Branco
Pantanal: o pior incêndio da história
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco