Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Dia da Independência

7 de Setembro terá cerimônia no Palácio do Governo e Grito dos Excluídos em versão reduzida

Publicado em: 04/09/2020 17:37 | Atualizado em: 04/09/2020 19:23

 (Foto: Minervino Junior/CB/D.A.Press.)
Foto: Minervino Junior/CB/D.A.Press.

A pandemia do novo coronavírus provocou mudanças nos tradicionais eventos de celebração do 7 de Setembro no Recife. O tracidional desfile cívico-militar não será realizado. Pela manhã, o governo de Pernambuco irá realizar uma cerimônia breve de hasteamento da bandeira, no Palácio do Campo das Princesas, no centro do Recife, com participação de representantes das Forças Armadas, operativas de segurança estaduais e poderes Legislativo e Judiciário. O tradicional Grito dos Excluídos será mantido, mas de forma rápida, respeitando o distanciamento social. E o Comando Militar do Nordeste (CMNE) irá fazer uma atividade interna alusiva à data.

A cerimônia no Palácio está prevista para às 8h da próxima segunda-feira. Por enquanto, estão confirmadas as presenças do governador Paulo Câmara e do general-de-exército Freire Gomes, comandante Militar do Nordeste. “A cerimônia será restrita e contará apenas com um representante de cada uma das Forças Armadas, do Poder Legislativo e Judiciário, dos militares do Estado e das demais forças policiais. Haverá ainda desvio parcial de isolamento do Palácio, bloqueando o trânsito de carros. O evento não contará com a presença de delegações, evitando a propagação do novo coronavírus”, informa o governo, em nota.

Também por meio de nota, a assessoria do CMNE informa que a única ação a ser realizada pelas Forças Armadas em Pernambuco, além da participação no evento do governo do estado, é "o hasteamento do Pavilhão Nacional e a leitura do texto alusivo ao Dia do 7 de setembro", atividade interna, restrita e que observará as medidas sanitárias necessárias. "Conforme a Portaria nº 2.621, de 5 de agosto, o Ministério da Defesa determinou a não participação das Forças Armadas em eventos comemorativos alusivos ao 7 de Setembro, em virtude da pandemia do novo coronavírus", explica a instituição.

Quanto ao Grito dos Excluídos, será mantida a passeata. A concentração será às 9h, no Parque 13 de Maio. “Vai ser presencial, tentando manter as normas sanitárias, o distanciamento. O percurso será menor que em outros anos. Faremos uma fila indiana, com espaço de 1 ou 1,5 metro entre as pessoas. Todos terão que estar de máscaras. Sabemos que muitos não irão comparecer por causa do risco”, conta Sandra Gomes de Araújo, uma das coordenadoras do movimento. “Queremos este ano fazer uma homenagem a Dom Pedro Casadáliga, que morreu recentemente e sempre foi uma pessoa participativa, de compromisso social”, acrescenta. 

Estão previstas quatro paradas da passeata. A primeira, pela saúde, no cruzamento da Rua do Hospício com a Avenida Conde da Boa Vista. A segunda, contra racismo e preconceito, na Ponte Duarte Coelho. A terceira, pelas políticas públicas e pelo meio ambiente, na Praça do Diario. E a última na Praça do Carmo, em homenagem às vítimas da Covid-19 e contra o Governo Bolsonaro. Cada parada terá, no máximo, 15 minutos de duração e não haverá falas entre elas.

A Igreja Católica irá contribuir de forma virtual. O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, não participará do grito. O bispo Dom Limacedo Antônio irá contibuir apresentando uma transmissão de atos pela página da Pastoral Social NE2, da CNBB, no Instagram, às 9h. “Teremos uma pessoa no Grito dos Excluídos, gravando vídeos para passar na transmissão. Mas, além disso, mostraremos momentos culturais, como uma apresentação do cantor popular Zé Vicente, e falas de lideranças que estão nos estados da Regional 2 da CNBB - Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte”, conta o diácono Jaime Bomfim, articulador social das pastorais na regional.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #164 Atrópodos: a importância da quitina
Pernambuco investe R$ 47,2 milhões na agricultura familiar
Rhaldney Santos entrevista o ortopedista Leonardo Silveira
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco