Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Reconhecimento

Paço do Frevo está entre finalistas de prêmio nacional promovido pelo Iphan

Publicado em: 14/08/2020 16:42 | Atualizado em: 14/08/2020 16:46

 (Foto: Bruno Campos/Divulgação)
Foto: Bruno Campos/Divulgação
O Paço do Frevo está na disputa da 33ª edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, realizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O museu, gerido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, tem uma de suas programações culturais regulares entre os 121 projetos de todo o país que concorrem pelo reconhecimento como ação estratégica na preservação, valorização e promoção do patrimônio cultural brasileiro, além da premiação de R$ 20 mil.

O projeto que colocou o Paço do Frevo entre os finalistas do prêmio é a Hora do Frevo, ação regular de promoção do gênero musical que é patrimônio cultural imaterial da humanidade, a partir da realização de apresentações instrumentais gratuitas e abertas ao público, no hall de entrada do Paço, sempre às sextas e na hora do almoço, para atingir um público espontâneo, que não necessariamente frequenta ou sequer conhece o museu.

Só em 2019, as apresentações realizadas na Hora do Frevo reuniram mais de 18 mil espectadores, engajando mais de 120 profissionais, entre artistas e técnicos. A Prefeitura do Recife tem mais dois projetos entre os finalistas da premiação realizada pelo Iphan: o Boi Voador e o Pátio Criativo, realizações da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer.

Premiação

Em 2020, o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade teve 515 projetos inscritos. Os 121 finalistas serão analisados por uma comissão formada pela presidência do Iphan e por 21 especialistas das áreas de preservação e salvaguarda do Patrimônio Cultural, que selecionarão as 12 ações vencedoras no campo do Patrimônio Cultural Brasileiro. Ainda não foi divulgada a data para o anúncio do resultado. O prêmio teve sua primeira edição realizada em 1987. Desde que passou a contemplar ações externas ao Iphan, em 1994, já são 175 vencedores em todo o país.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Rhaldney Santos entrevista a ginecologista Altina Castelo Branco
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco