Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Covid-19

2000º paciente curado em Hospital de Campanha do Recife recebe alta

Publicado em: 10/07/2020 18:34 | Atualizado em: 10/07/2020 18:41

O porteiro Quitério Genivaldo celebrou, nesta sexta (10), sua cura. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR.)
O porteiro Quitério Genivaldo celebrou, nesta sexta (10), sua cura. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR.)
Depois de um mês entre a UTI e a enfermaria do Hospital Provisório Recife 3 (HPR 3), na Imbiribeira, Zona Sul, o porteiro Quitério Genival, de 49 anos, foi o paciente de número 2.000 a ter alta dos hospitais de campanha da Prefeitura do Recife, nesta sexta-feira (10). A marca foi anunciada pela manhã, pelo prefeito Geraldo Julio, e coincide com os 100 dias de funcionamento da primeira unidade extra aberta. 

Hipertenso e diabético, Quitério apresentava febre, dor no corpo, tosse e queda de saturação quando foi internado no HPR3, em 7 de junho. Durante os 34 dias em que ficou internado, 16 foram em UTI. A esposa, Maria José, recebia informações do marido por ligações feitas pela equipe médica da instituição, tendo em vista a restrição às visitas presenciais.

“Quitério me falou que, no hospital, todos tratavam ele com muito cuidado. Não temos do que reclamar. A equipe me deu muita atenção em todo o momento. Não teve sequer um dia que ficamos sem receber notícias dele. Mesmo sem poder fazer visita, a gente podia saber como ele estava e se falar por chamada de vídeo. Isso nos tranquilizava demais. Realmente só tenho o que agradecer”, disse Maria José.

“Muito mais importante que os números, essas marcas representam famílias que viram uma pessoa ficar doente em casa, precisar de um atendimento hospitalar, ser atendida em um desses hospitais de campanha e agora voltar para casa, salva da covid. Isso mostra que o esforço feito pelos recifenses e pela Prefeitura para enfrentar a pandemia tem sido muito importante”, afirmou o prefeito Geraldo Julio. 
 
Os primeiros leitos exclusivos para a Covid-19 foram abertos no Hospital da Mulher do Recife, localizado no Curado. Já o primeiro hospital de campanha foi o anexo montado na Policlínica Amaury Coutinho, em Campina do Barreto, Zona Norte. De lá para cá, foram montados outros seis hospitais de campanha. A rede já realizou 12 mil atendimentos, 4.200 internações e registrou as duas mil altas, atingidas com a saída de Quitério do hospital de campanha da Imbiribeira.

Com a queda nos indicadores há mais de 45 dias na cidade, foi iniciada a reorganização da rede de emergência, com a desmobilização de leitos de enfermaria e ampliação das UTIs. Hoje são 724 leitos, sendo 342 UTIs e 382 enfermarias. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
De 1 a 5: entenda as diferenças entre os tipos de exames para a Covid-19
Bolsonaro convida Temer para missão no Líbano
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura de Jaboatão Adelson Veras
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco